11 de abril de 2021

Resultado da Expoagro supera 2008 em R$ 1,5 milhão

A 36ª edição da Expoagro teve seu encerramento no último domingo, 27, e mais uma vez o balanço final mostrou a superação de todas as expectativas

A 36ª edição da Expoagro teve seu encerramento no último domingo, 27, e mais uma vez o balanço final mostrou a superação de todas as expectativas. A começar pela movimentação financeira, fechada em R$ 26 milhões, aproximadamente R$ 1,5 milhão a mais que o ano passado. O público também foi destaque no balanço, finalizando 600 mil visitantes em nove dias de feira, 150 mil a mais que a edição de 2008.
O secretário da Sepror (Secretaria de Estado da Produção Rural), Eron Bezerra, classificou a feira deste ano como “a maior Expoagro de todos os tempos”, e disse acreditar num número ainda maior de público visitante. A exposição deste ano teve 380 expositores, contra os 280 da edição passada, e gerou um total de 6.000 empregos, 300 a mais que em 2008. O Banco da Amazônia, Banco do Brasil e Afeam (Agência de Fomento do Estado do Amazonas) juntos movimentaram R$ 11 milhões, referentes às linhas de crédito aos produtores rurais, de um montante de R$ 5 milhões iniciais disponibilizados.
Para o secretário, a Expoagro tem uma tendência crescente, porém ele está trabalhando junto à secretaria para cada vez mais aumentar os números da feira. “Estamos melhorando o espaço físico do evento para comportar mais pessoas no ano que vem. Nosso objetivo é mantê-la nesse nível de crescimento”, declarou Bezerra. Este ano, segundo informações da Sepror, cerca de 15 mil carros passaram pelo parque onde a feira aconteceu, tendo o diferencial do estacionamento terceirizado, inibindo os furtos aos veículos. O Feirão da Sepror, que acontecia desde maio, continuou funcionando paralelamente à feira, com uma pequena mudança de logística, arrecadando R$ 124 mil aos produtores rurais familiares do entorno de Manaus.
Eron apresentou uma série de medidas que promete melhorar a próxima edição, esperada para o ano que vem, incluindo a mudança da data de realização para o final de agosto, pensando no período em que o trabalhador geralmente recebe seu pagamento. Além disso, com a mudança da data, a feira fugiria do período de chuvas na cidade.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email