Relator aliado pede absolvição de Calheiros

O senador Almeida Lima (PMDB-SE) apresentou relatório em que defende a absolvição do presidente da Casa, Renan Calheiros.
Apesar do relatório de Lima não ser declarado como oficial, o presidente do conselho, Leomar Quintanilha (PMDB-SE), permitiu sua leitura aos integrantes do órgão.
No texto, Lima afirmava que não haviam provas de que Renan tenha recorrido à empreiteira em busca de recursos para o pagamento de pensão à jornalista Mônica Veloso – com quem tem uma filha fora do casamento. “O que sobressai é a absoluta ausência de provas que possam indicar que ele não tivesse condições financeiras de arcar com a pensão alimentícia de sua filha”, diz o texto.
Lima disse que as acusações contra Renan eram “um conjunto de ilações despropositadas” que tinham como objetivo “destruir a imagem do senador Renan Calheiros”.
O relator argumentou que Renan recorreu ao lobista Cláudio Gontijo, da empreiteira Mendes Júnior, somente para intermediar o pagamento da pensão à jornalista -uma vez que Renan não queria tornar público o seu caso extraconjugal.
“Punir-se o senador Renan Calheiros com a perda do mandato que, vivendo um drama familiar, recorreu a um amigo, pejorativamente rotulado de lobista, mas cuja ação profissional nunca foi levantada ou posta sob suspeição, isso será punição sem a demonstração da culpa”, defendeu o relator.
O senador argumentou, ainda, que o Conselho de Ética não tem poderes para investigar as denúncias contra Renan -apenas julgar se o parlamentar quebrou ou não o decoro parlamentar. Na opinião de Lima, o presidente do Senado conseguiu sanar dúvidas que permaneceram ao longo do processo quando decidiu prestar depoimento aos relatores do processo no Conselho de Ética.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email