Reconhecimento público na Aleam

Com quase 30 anos de serviços prestados na Polícia Militar do Estado, o coronel Almir David Barbosa teve o reconhecimento de sua dedicação ao Estado tornado público na quarta-feira pelos deputados da Aleam, em Sessão Especial proposta pelo deputado Cabo Maciel (PR). Emocionado, Almir David recebeu a Medalha Ruy Araújo em reconhecimento ao trabalho desenvolvido ao longo dos dois anos e meio no comando da PM-AM. Ele destaca como um marco histórico o Programa Ronda no Bairro, “lançado pelo governador Omar Aziz, segue com êxito desde sua implantação reduzindo a criminalidade, o programa integra a instituição sendo capitaneado pela Secretaria de Segurança Pública e coordenado por diversos órgãos”, disse. O coronel compartilha a homenagem com a instituição de forma geral, entre todos os policiais militares, que passaram a contar com um forte legado, resultado de investimentos em novas tecnologias, viaturas modernizadas e do ingresso de 2.500 novos policiais militares, “um ganho importante que motivou a frota e cativou o reconhecimento da população do Estado”.

Alvoroço

Os aliados do vice-governador José Melo estavam alvoroçados esta semana com uma notícia que circulou na sede do governo, segundo a qual o governador Omar Aziz deixaria o posto em janeiro, para facilitar a vida do sucessor. Se isto realmente acontecer, ficará claro que o grupo quer dar a Melo mais tempo para que ele consiga fazer nome, articular politicamente e viabilizar sua candidatura à reeleição. Significaria também que o vice tem a preferência entre os pré-candidatos aliados –leia-se Hissa Abrahão, Rebecca Garcia e até Arthur Neto. Com o leme nas mãos mais cedo, o experiente político não ficaria refém das articulações apressadas e fumegantes que costumam ocorrer entre os meses de abril, maio e junho. Vale ressaltar que o prazo final para que Omar deixe o governo, a fim de concorrer ao Senado, é o último dia útil de março. Na prática, só uma coisa o impediria de sair antes: a inauguração da Arena Amazônia. Se esta atrasar, nada impede que ele se antecipe, principalmente se quiser realmente ajudar o parceiro.

VETERANO

O Estado tem representação em Brasília, comandada há quase duas décadas pelo secretário Mário Mello, primo do senador Fernando Collor e do ministro do Supremo Tribunal Federal, Marco Aurélio Mello. Ele passou pelos governos de Gilberto Mestrinho, Amazonino Mendes e Eduardo Braga e se manteve na administração de Omar. Sua atuação política é questionada por técnicos que prestam serviços de consultoria. Para eles, apenas o parentesco o mantém no cargo.

OPORTUNIDADE

Está causando muita movimentação em Manaus a intenção da Guiana de entrar no Mercosul. Os produtos mais visados pelos empresários e pelo governo daquele país para entrar no acordo de importação e exportação são justamente aqueles produzidor na Zona Franca. Por isso, uma comitiva está sendo organizada para ir a Georgetown, capital daquele país, conhecer o projeto do governo local para aderir ao bloco comercial do cone sul.

BOA IDEIA

Taí uma boa iniciativa. O deputado Luiz Castro (PPS) apresentou uma proposta de mudança no Regimento Interno da Assembleia Legislativa, sugerindo que nenhuma obra de grande porte seja realizada sem que haja consulta e deliberação prévia por parte dos demais deputados. Essa inovação estabelece também que, para que a Casa faça investimentos excepcionais –fora do orçamento –em valores entre R$ 100 mil e 500 mil, toda a Mesa Diretora deve ser consultada.
JUSTIFICATIVA

Luiz Castro defendeu a proposta argumentando que a Casa passa por grande celeuma em função de obras realizadas anteriormente. Refere-se à denúncia do Ministério Público, que indicou superfaturamento na construção do edifício-garagem, durante a administração do deputado Ricardo Nicolau (PSD).

PROVOCANDO

O deputado Tony Medeiros tem dito aos dirigentes de seu partido, o PSL, que não forçará seu desligamento da legenda, mas esteve esta semana em Rio Preto da Eva, palestrando em seminário sobre cultura promovido pela prefeitura local, no momento em que o presidente regional da sigla, Massami Miki, e seu colega nissei, o vereador rio-pretense Niró Kohashi, estão em plena rota de colisão com o prefeito Doutor Ricardo (PRP). Se isso não for forçar a saída…

IMPORTANTE

O programa “Crack, é possível vencer”, do governo federal, recebeu a adesão de cinco Estados da região Norte. Amapá, Amazonas, Rondônia, Roraima e Tocantins assinaram o documento para receber quase R$ 4 milhões em investimos para fortalecer o policiamento ostensivo e de proximidade. O programa tem o objetivo de ampliar a oferta dos serviços de saúde e assistência social aos usuários e dependentes de drogas, além de fortalecer as ações de segurança pública, prevenção e capacitação.

COMO FUNCIONA

As capitais Macapá, Manaus, Porto Velho, Boa Vista e Palmas receberão da Secretaria Nacional de Segurança Pública do Ministério da Justiça duas bases móveis de videomonitoramento. Cada base terá um kit com 20 câmeras, duas viaturas, duas motocicletas, 50 pistolas de condutividade elétrica e 150 espargidores de pimenta. No Estado existem três comunidades terapêuticas contratadas por meio de edital de chamamento público, disponibilizando 88 vagas para acolhimento de pessoas com transtornos decorrentes do uso e abuso de drogas.

MODA

O primeiro dia de funcionamento do shopping Ponta Negra, ontem, mostrou claramente que ali vai ser o ponto da moda nos próximos meses. Muita gente correu para conhecer as lojas, especialmente aquelas que estreiam na cidade. Era possível ver até mesmo autoridades circulando pelos corredores bem iluminados e em frente às chamativas vitrines que se espalham por todo o empreendimento.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email