Programa Nota Fiscal Goiana é tema do próximo webinário da Educação Fiscal em Goiás

Hoje, a partir de 19h30 (horário Brasília), o gestor de Finanças e Controle Leonardo Vieira, coordenador do Programa Nota Fiscal Goiana da Secretaria da Economia de Goiás, será o convidado de nova edição do Circuito de Lives 2021, realizado pela Educação Fiscal pelo Estado de Goiás.

Neste ano, já foram realizados três sorteios do Prêmio Nota Fiscal Goiana, com prêmios de R$ 200 mil mensais entre consumidores inscritos. Além de benefícios individuais, o Programa Nota Fiscal Goiana valoriza pilares da Educação Fiscal, como a promoção de boas práticas de relação entre Estado e Sociedade e participação social na gestão pública. 

A transmissão do webinário será realizada no canal do Youtube “Educação Fiscal Goiás”(https://cutt.ly/IQOemgM). A interação com o palestrante pode ser feita por meio do chat ao vivo do Youtube e participantes poderão ainda preencher formulário, para obtenção de certificado de participação.

23 anos do Programa de Educação Fiscal é celebrado em live do Engaja Cidadão

A Secretaria da Fazenda do Estado (Sefaz-CE) promoveu, ontem (10/8), às 10h, a 32ª edição do Circuito de Lives Engaja Cidadão, desta vez com o tema “O papel social dos tributos e os fundamentos para uma tributação ideal”. O debate celebrou o aniversário de 23 anos do Programa de Educação Fiscal, comemorado em 14 de agosto. A transmissão, que pode ser assistida, foi realizada no canal da Secretaria da Fazenda no YouTube, pelo link: https://youtu.be/cFN8OMeAZKs

Uma sociedade consciente de seus direitos e deveres é uma sociedade com o poder de decidir seus rumos. Neste sentido, a Educação Fiscal visa conscientizar os cidadãos sobre a importância dos tributos para a manutenção das atividades do Estado, sem as quais nenhum progresso social seria possível.

O custo dos tributos está presente em praticamente toda atividade econômica: seja no salário do trabalhador, no preço das mercadorias e serviços, no simples ato de possuir um imóvel ou um veículo, ou na própria produção da riqueza nacional. São estes valores que permitem ao Estado realizar serviços e obras públicas. Os tributos são, na verdade, o preço que os cidadãos pagam pela saúde, educação, segurança, pelo asfalto e limpeza das ruas, enfim pela civilização. Um não existe sem o outro.

Garantir que estes valores sejam realmente recolhidos aos cofres públicos e, em seguida, corretamente aplicados pelo Estado em prol da comunidade deve ser uma preocupação constante de um povo politicamente ativo. A Educação Fiscal visa incutir nos cidadãos esta consciência. De que para termos um bairro, uma cidade, um Estado e um país melhor, exigir a nota fiscal é o apenas primeiro hábito que devemos adquirir.

A Campanha Nota Fiscal Amazonense alcançou a marca dos 400 mil cidadãos cadastrados exatamente no dia 05 de agosto, quando completou seis anos de existência.

A Sefaz parabeniza a todos os envolvidos direta ou indiretamente na condução e na divulgação da Campanha e parabeniza a todas as pessoas que acreditam nesse verdadeiro mutirão de cidadania, lançando um desafio para que em breve possamos alcançar a marca de meio milhão de consumidores cadastrados.

A Sefaz anuncia que o próximo Sorteio Mensal será realizado no dia 12 de agosto (quinta-feira).

Nosso destaque é Franklin Tavares, Assessor de Tecnologia aplicado a Educação da SEMED Manaus e Professor dos anos iniciais, especialista em Educação Ambiental e Poeta. Tavares é Disseminador da Educação Fiscal nas Escolas Rurais de Manaus, Idealizador do projeto: Corrida Fiscal, que de forma lúdica dissemina conceitos da Educação Fiscal e exercício de cidadania. Atualmente Franklin está planejando reativar o projeto e levar Educação Fiscal para as Escolas do Campo, Águas e Florestas, que corresponde às Escolas Ribeirinhas do Rio Negro e Amazonas e Rodovias: BR174, AM010, Puraquequara e Tarumã.

“Em que pese este cenário de desalento, a ideia de cidadania emerge como o motor capaz de impulsionar ações que estejam comprometidas com o rompimento desse status quo, mediante o processo de educação, em seu viés fiscal, para que seja possível compreender, conscientizar-se e adotar condutas que permitam descrever o novo cidadão do século XXI, como aquele que tem exata noção que sua existência não se dá em uma espécie de ilha privada.”

MARCIANO BUFFON, Doutor em Direito, professor de Direito, Tributário da Unisinos e advogado, no prefácio da obra ‘Educação fiscal e cidadania: reflexões da prática educativa’ que pode ser acessada gratuitamente através do link: https://cutt.ly/yQrG7V3 

Contato da coluna

[email protected] ou  [email protected] 

Foto/Destaque: Divulgação

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email