Produção de açúcar e álcool mantém recorde nacional, segundo Conab

A produção total de cana a ser moída pela indústria sucroalcooleira neste ano é de 612,21 milhões de toneladas, um recorde nacional

A produção total de cana a ser moída pela indústria sucroalcooleira neste ano é de 612,21 milhões de toneladas, um recorde nacional. Segundo o terceiro levantamento da safra, divulgado nessa quarta-feira, 16, pela Conab (Companhia Nacional de Abastecimento), a quantidade é menor do que o previsto na pesquisa de setembro (629,02 milhões t), mas cerca de 7% maior que a da safra 2008/09. Já a produtividade média aumentou 0,4% sobre a temporada anterior, e agora é de 81.293 quilos por hectare.
A lavoura está ainda em fase de colheita. A variação menor da produção, comparada ao último levantamento, deve-se ao excesso de chuvas ocorrido entre julho e novembro, principalmente na região Centro-Sul. Em razão disso, boa parte da produção ficará no campo para a próxima safra. O teor de sacarose também foi afetado pelo excesso de umidade, justamente no período mais intenso da moagem.
Do total de cana esmagada, cerca de 54% (336,2 mil t) se destinam à produção de 25,8 milhões de litros de álcool. Deste volume, 18,2 bilhões de litros são do tipo hidratado e 7,6 milhões do anidro. O etanol (hidratado) tem uma redução de exportação de cerca de 1,5 bilhão de litros em relação à safra passada, que foi de 4,9 bilhões de litros. Mas o mercado interno sinaliza positivamente, com maior crescimento de consumo em função do aumento da frota de veículos flex-fuel que representam 90% dos carros leves.
Já o restante da cana moída, cerca de 45% (276 mil t) vai para a produção de 34,6 milhões t de açúcar. De 23 a 24 milhões de toneladas do açúcar produzido devem ser exportadas, principalmente para Índia e Rússia. Na temporada anterior foram 20 milhões t do produto. O consumo interno aproxima-se de 11 milhões toneladas, sendo que 60% por meio de produtos industrializados.
A cana destinada ao setor sucroalcooleiro ocupa a maior área de plantio, estimada em 7.531 mil hectares. E está assim distribuída: São Paulo, 4.101 mil ha; Paraná, 590,1 mil; Minas Gerais 587,1 mil; Goiás 520,3 mil; e Alagoas 448 mil.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email