Petrobrás retoma perfurações na Amazônia

A Petrobras prepara uma campanha de perfuração de 23 poços petrolíferos na Amazônia. O programa faz parte da retomada dos investimentos na região e tem como objetivo garantir o suprimento de gás natural a Manaus a partir de 2012. Até lá, a capital do Amazonas será abastecida pelo campo de Urucu, já em operação, que começa a entregar gás ao mercado no ano que vem. Até 2012, a estatal deve perfurar 492 poços exploratórios em todo o País.
O retorno às reservas da Amazônia será iniciado com o desenvolvimento do pólo gasífero de Juruá, na cidade de Carauari a cerca de 200 quilômetros do campo de Urucu, conforme antecipou o Grupo Estado. Maior reserva terrestre de gás do País com cerca de 100 bilhões de metros cúbicos, Juruá foi descoberto em 1978, mas foi deixado de lado após a descoberta de Urucu, mais perto de Manaus e com reservas também de petróleo.
O diretor de exploração e produção da Petrobras, Guilherme Estrella, explicou, porém, que Urucu só garante o contrato de fornecimento a Manaus até 2012. A estatal, no entanto, se comprometeu a entregar 5,5 milhões de metros cúbicos por dia à capital amazonense até 2028. “O gás de Juruá vai complementar o contrato, depois que Urucu se exaurir”, disse o executivo. Além de Juruá, o novo pólo conta ainda com os campos de São Mateus e Jaraqui.A Petrobras trabalha ainda com a possibilidade de vender gás a Porto Velho (RO), projeto em análise pelo governo. Recentemente, a empresa adquiriu outras concessões exploratórias na Bacia do Solimões, onde é grande o potencial para reservas de gás.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email