Pesquisa sobre consumo de eletrônicos aponta alta na venda de PCs

A Intel divulgou ontem um estudo, realizado pela empresa Research International, que compara o comportamento de consumo dos brasileiros entre 2005 e 2006.  
Confirmando a tendência observada, houve aumento significativo na penetração de conexão de internet banda larga por cabo nas residências (de 10% para 16%) e redução de dial-up (45% para 39%), assim como o aumento no uso de PCs para atividades que requerem cada vez mais capacidade de processamento e memória, como download de músicas e vídeos.

Preços
impulsionam
Os resultados mostraram que o notebook está ficando cada vez mais individual. Além disso, a queda nos preços provocou um ciclo mais rápido de renovação de compras de notebooks. Outro dado interessante é que a educação continua como um dos principais motivos citados para a compra do primeiro computador pessoal. No entanto, houve um aumento no foco para a educação de adultos (de 30% para 53%).
Em relação ao modelo de uso, a pesquisa demonstrou que os usuários estão aproveitando cada vez mais recursos dos computadores. Anteriormente, havia uma grande concentração em navegação na Internet e mensagens instantâneas e os novos dados mostram maior equilíbrio em relação às outras aplicações, como edição de fotos e download de música
As iniciativas do governo brasileiro como a redução dos impostos dos PCs já refletiram na pesquisa. Em comparação aos números de 2005, a compra de PCs novos ao invés de usados aumentou de 75% para 78%, em 2006.
Desde 2004, a Intel encomenda pesquisas para identificar os hábitos de consumo de tecnologia dos brasileiros. As informações são imprescindíveis para mapear os mercados e oportunidades de negócios, assim como para definir os futuros investimentos da empresa.
O estudo foi feito em cada um dos períodos com 700 pessoas, de 18 a 45 anos, das classes A, B e C das cidades de São Paulo, Rio de Janeiro, Recife e Porto Alegre.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email