Peluzo pede vistas de processo e julgamento de policial é suspenso

O STF (Supremo Tribunal Federal) suspendeu o julgamento do habeas corpus apresentado pela defesa do agente da Polícia Federal César Herman Rodriguez, investigado na Operação Anaconda, da PF. O julgamento foi suspenso porque o ministro Cezar Peluso pediu vista do processo.
Segundo o STF, o recurso foi apresentado à Suprema Corte quando Rodriguez foi condenado pela Justiça Federal por envolvimento em esquema de venda de sentenças judiciais nas investigações da Operação Anaconda.
Como o STF determinou a extinção do processo penal instaurado pelo Ministério Público Federal contra o juiz Casem Mazloum, os advogados do policial pediram a extensão da decisão para seu cliente.
A defesa do policial pede que o Supremo arquive o processo penal que tramita contra ele na 3ª Vara Federal de São Paulo, sob acusação de interceptação telefônica clandestina, no qual Mazloum foi beneficiado pela decisão do STF.
O relator do recurso, ministro Joaquim Barbosa, já havia votado contra o pedido de Rodriguez porque ele não teria demonstrado estar em situação idêntica à de Mazloum, não sendo possível “equiparar a situação fática de ambos os co-réus no processo”.
Segundo consta no processo, a denúncia contra Rodriguez se baseou em acusação diversa, decorrente de outra conversa telefônica, com outro interlocutor.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email