ODONTOLOGIA – Planos ficam mais acessíveis

As facilidades incluem pagamentos parcelados, uso de carnê e planos especiais para a terceira idade

Pagamentos parcelados, uso de carnê, planos especiais para a terceira idade e financiamento bancário em até 36 vezes, até mesmo para quem tem nome sujo. Foi-se o tempo em que a saúde bucal ficava prejudicada por falta de dinheiro. Clínicas particulares se expandem pelo país apostando na ascensão da classe C, oferecendo tratamento odontológico de qualidade com mensalidades acessíveis.
Ainda em 1990, muito antes de a nova classe média emergir pelo país, o dentista Paulo Zahr, de São José do Rio Preto (SP), apostou na popularização do atendimento odontológico para fazer seu consultório crescer. Enquanto apenas 8% da população tinha acesso a uma consulta com dentista, Zahr almejava torná-la acessível para todos. A solução encontrada foi parcelar o serviço em até 20 vezes. “Comprei material para montar mais de mil aparelhos ortodônticos e consegui aumentar ainda mais os prazos de pagamentos, fazendo parcerias com os fornecedores”, recorda Zahr, fundador da OdontoCompany.
Na mesma década, indo na contramão dos outros serviços odontológicos, Zahr criou planos especiais para a terceira idade. Com mais essa decisão acertada, viu seu negócio se expandir para 25 cadeiras de atendimentos no interior paulista. Para facilitar a gestão, em 2010 optou pelo franchising, unindo-se à holding SMZTO Participações e continuando sua missão de democratizar os serviços odontológicos.
Após 22 anos, tendo a população sem assistência odontológica como alvo da franquia, Zahr vislumbra seu projeto alcançar todo o país.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email