O ‘Comida di Boteco’ em versão 2012

Do dia 13 a 29 de abril, Manaus receberá a 2ª edição do ‘Comida di Buteco’ 2012, conhecido como o maior concurso gastronômico de botecos do país

Do dia 13 a 29 de abril, Manaus receberá a 2ª edição do ‘Comida di Buteco’ 2012, conhecido como o maior concurso gastronômico de botecos do país. Somente na capital amazonense, 17 bares irão participar da disputa com tira-gostos inéditos, criados especialmente para a ocasião. Segundo Mauro Souza, coordenador do evento, os petiscos devem ser preparados com ingredientes regionais para reforçar a missão do evento, que é resgatar e valorizar a culinária de raiz. Ele informa que os estabelecimentos participantes do concurso foram selecionados a dedo pelo próprio idealizador do ‘Comida di Buteco’, o gastrônomo Eduardo Maya. “Ele veio a Manaus visitar os botecos, avaliou e escolheu”, disse o realizador, que explica também que foram utilizados dois critérios na seleção. “O local precisa ser administrado pela família ou pelo próprio dono, e não por uma franquia ou funcionário, e o tira-gosto precisa ser inédito, inventado pelo próprio estabelecimento para o período do evento”.
O evento é totalmente viabilizado com o investimento de patrocinadores, quem participa do ‘Comida di Buteco’ não paga nada e ainda recebe material de divulgação. “Além disso, os empresários também conseguem levar para seu estabelecimento um público que jamais frequentou ou frequentaria seu comércio”, salientou Mauro, ao frisar que essa é uma oportunidade para o empresário fidelizar a clientela.

Concurso transforma

Souza comenta que isso ajuda para a transformação e melhoria dos estabelecimentos. “Porque eles passam a aperfeiçoar seus serviços através da atenção ao atendimento, à higiene do local, à qualidade dos pratos oferecidos e à criatividade na elaboração de seus cardápios”, garante Mauro, ao revelar que há casos em outras cidades, onde é realizado o concurso, em que o empresário conseguiu reformar o estabelecimento com o lucro que conseguiu através do evento. O organizador comenta que o evento ainda consegue contribuir para movimentar a economia e, consequentemente, favorecer os fornecedores dos botecos, que precisaram atender o maior volume da compra de matéria-prima para a produção do cardápio. No ano passado, os botecos que participaram registraram crescimento de 300% a 600% durante o período do evento.

Caravana de jurados

Mauro conta que, além do público, há também o voto dos 17 jurados, entre eles, jornalistas, mulheres formadoras de opinião, patrocinadores, gastrônomos, que avaliam quatro itens: comida, atendimento, higiene e bebida gelada. “É o voto deles e o do público que define quem ganha o concurso”, conta. Para votar, basta visitar os botecos participantes, provar os pratos inscritos no concurso e solicitar a cédula de votação. Todas as perguntas devem ser respondidas para que o voto seja validado e aí é só colocar na urna do boteco. Os lugares participantes do concurso serão revelados para a imprensa um dia antes de começar o evento.Ano passado 16 botecos participaram e o estabelecimento que ganhou foi o Ferrugem Rock Gourmet com o ‘Língua na chapa com champignon’. O prato teve cerca de 320 votos do público que frequentava o boteco.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email