16 de maio de 2021

Moda é sucesso no Mercado Livre

Mensalmente, o Mercado Livre registra 27 milhões de usuários interessados em produtos da seção de Moda, segundo pesquisa realizada pelo MeliData, área de Insights do Mercado Ads —unidade de negócio dedicada à publicidade.

No período de junho a agosto de 2020, 7 em cada 10 consumidores de Moda online acessaram o Mercado Livre. O estudo também revela que são registradas 4 milhões de buscas por moda todos os dias na plataforma. Por hora, são 245 mil procuras e 4 mil por minuto.

Além disso, Moda é a seção que mais contribui com novos usuários para o Mercado Livre, com um índice de recompra superior a 50%, em relação às principais categorias. Seu crescimento foi de 54%, em comparação ao ano passado, com 2,6 milhões de ordens de compra e 3 milhões de unidades vendidas, mensalmente, segundo a empresa.

Conforto em primeiro lugar

Um dos itens mais buscados são sapatos, registrando em torno de 30 milhões de cliques ao mês, sendo mais desejados que carros e caminhonetes. Já malas e carteiras possuem 6,5 milhões de procuras mensais, gerando mais interesse que consoles de vídeo games. Enquanto calças apontam 6 milhões de buscas mensalmente, chamando mais atenção que os smartwatches. Em faturamento, as principais categorias foram: sapatos (28%), moda íntima e lingerie (12%), bagagem e bolsas (9%), calças (8%) e camisetas e blusas (5%).

Outro fator apontado no estudo foi o efeito pandemia, que vem reforçando a potência que os looks confortáveis ganharam. “Neste período de isolamento social, imposto pela Covid-19, notamos uma procura três vezes maior por moda comfy, como moletons, por exemplo”, conta Fernando Yunes, vice-presidente sênior e líder do Mercado Livre no Brasil. “Esses itens são a terceira maior fonte de novos compradores de moda, e a sétima categoria mais vendida dentro da seção”, completa o executivo.

Um dado muito interessante apresentado no relatório é o potencial de desenvolvimento. Quem busca Moda, em sua grande maioria (90%), realiza procuras genéricas, ou seja, sem desejar uma marca específica. “Isso mostra a grande oportunidade para os vendedores do ecossistema. Muitos consumidores não estão em busca de etiquetas, o que possibilita uma fidelização a um novo anunciante”, explica Yunes.

Quem compra moda?

O estudo mostra que, em média, esse consumidor realiza três aquisições ao ano. Com ticket médio de R$ 92, e com três produtos em seu carrinho. Além disso, 30% dos consumidores que gastam com Moda são compradores leais.

Em sua maioria são mulheres (58%), de 25 a 44 anos de idade (54%). O horário com maior volume de venda desses itens é das 19h às 23h (29%). O meio de pagamento mais utilizado é o cartão de crédito (62%).

Desses consumidores, 73% realizam suas compras pelo app. “Não é por acaso que o push notification é o formato publicitário de maior sucesso para Moda”, aponta o executivo. “Ele atrai três vezes mais visitas às lojas oficiais, gera um crescimento no volume bruto de mercadoria de até quatro vezes, e possibilita um retorno médio de investimento três vezes maior”, finaliza Yunes.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email