Moda do interior do AM no Salão de Paris

A moda produzida por agricultoras familiares artesãs do Amazonas, do grupo Floresta, integrante do Programa Talentos do Brasil Moda, participa de 4 a 7 de setembro, em Paris, na França, do Salão Prêt-à-Porter, uma das mais importantes feiras de vestuário e acessórios na Europa. O grupo amazonense de comunidades às margens do Rio Madeira e de Manicoré utilizam fibra de juta, cipó ambé e tiririca, sementes, sobras de madeira e de látex, com um toque de coloridos detalhes em chita para a produção de peças como bolsas e acessórios.
Será apresentada no Salão Prêt-à-Porter a nova coleção intitulada Passarada, que tem nos pássaros brasileiros sua fonte de inspiração. O tema se desdobra em torno das cores, da raridade, da beleza dessas aves e também da rica mitologia gerada a partir delas, criando histórias, contos, lendas e canções.
O programa reúne cerca de 2 mil artesãs da agricultura familiar de 12 Estados, que integram 15 grupos produtivos. Para o evento na capital francesa, além do Amazonas estarão presentes grupos dos Estados de Minas Gerais (Linha do Horizonte), Rio Grande do Sul (Lã Pura), Pará (Tururi de Muaná) e Piauí (Rendas e Bordados do Parnaíba).
As peças desenvolvidas são frutos do trabalho e da habilidade artesãs da agricultura familiar a partir de técnicas manufatureiras repassadas de geração a geração e trabalha com a matéria-prima natural, retirada da biodiversidade brasileira de forma sustentável. Entre os materiais utilizados estão: lã de carneiro, crina de cavalo, fibras de juta, cipó, tururi de muaná, além dos tradicionais bordados e crochês do Estado de Minas Gerais e do Piauí.
Segundo a coordenadora do programa, Patrícia Guimarães, a participação na feira pelo segundo ano consecutivo possibilita a consolidação da marca Talentos do Brasil no mercado internacional, dentro do conceito de moda sustentável na apresentação de produtos da biodiversidade brasileira. “O salão já traz a consolidação com alguns clientes, como um da França, que encomendou chapéus de fibra de turiri de muaná, feitos especificamente para atender esta demanda e fruto da participação do Programa no Prêt-à-Porter em 2009”, avalia. A coordenadora também explica que o Programa viaja à Paris já com alguns contatos para possíveis futuras representações internacionais do Talentos do Brasil na Europa.

Pesquisa para coleção Passarada

Para a construção da coleção 2010, as artesãs realizaram uma pesquisa em suas regiões sobre os pássaros típicos. Estas aves ‘emprestaram’ suas características e foram fonte de inspiração para a criação das estampas utilizadas em roupas, chapéus, bolsas, bijuterias e objetos utilitários.
A Passarada remete à liberdade almejada pela artesã, que busca alcançá-la por meio do trabalho valorizado, a ideia do lar como ninho da família e a produção local, grandiosa por sua riqueza cultural e que se torna maior ainda, conquistando espaços e ampliando os seus horizontes.

Talentos do Brasil

O Programa Talentos do Brasil, criado em 2005, tem o objetivo de promover a geração de trabalho e renda baseada na atividade da moda artesanal, organizada em comunidades rurais, com foco na emancipação sustentável, com responsabilidade social, cultural, econômica e ambiental.
Atualmente, o Talentos do Brasil une artesãs e artesãos do meio rural de 12 estados brasileiros que formam a Cooperativa Nacional Marca Única – Cooperunica. A cooperativa comercializa, hoje, um portifólio com mais de 1500 produtos

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email