Maués deve faturar R$ 1 mi com Festival de Verão

Começa na próxima quinta-feira, o Festival de Verão, uma das festas mais tradicionais do município de Maués, a 260 quilômetros de Manaus. Os hotéis e pousadas já estão com lotação praticamente esgotada para o período e a expectativa é de a cidade receber em torno de dez mil visitantes, nos três dias de festa. O encerramento é no sábado e o ponto alto do Festival é na sexta-feira à noite, com a apresentação da banda nordestina Solteirões do Forró.
O prefeito de Maués, Miguel Paiva Belexo, disse que a cidade deve movimentar em torno de R$ 1 milhão, somando os gastos que os turistas têm nos hotéis, restaurantes, lanches, aluguel de motos e de casas, dentre outros itens. A prefeitura, segundo ele, está investindo cerca de R$ 400 mil para a realização da festa.
O Festival de Verão aproveita o feriadão da Semana da Pátria, para abrir a temporada de praias e muito sol em Maués. Nesse período do ano, com a seca dos rios, o município ganha uma faixa enorme de belas praias, atraindo turistas de Manaus, de cidades vizinhas e até mesmo de outros estados brasileiros e visitantes estrangeiros.
A festa envolve uma série de atividades, durante o dia e a noite, com shows musicais, atividades esportivas e culturais. O palco do festival é montado na praia da Maresia, um dos pontos turísticos mais visitados de Maués. As atrações musicais deste ano, além do Solteirões do Forró, são SodaBilly, de Manaus, Marujada do Bumbá Brilhante, Banda Ousadia, Banda Dono de Mim e o CDM (Corpo de Dança de Maués), dentre outros.
A cidade já está se preparando para o evento. A expectativa é grande entre comerciantes, donos de restaurantes e hotéis, feirantes e artesãos, que já trabalham a todo vapor para atender a demanda. A festa movimenta a economia da cidade. Os produtores agrícolas, por exemplo, se programam para a data, para que possam abastecer os feirantes, hotéis e restaurantes, com frutas e alimentos.

Fluxo turístico

O prefeito da cidade explicou que, neste período, o movimento de turistas nos hotéis da cidade cresce em 80%. Além dessa fatia que fica nos hotéis, boa parte aluga casas na cidade, se hospeda na residência de amigos ou fica instalada nos barcos que ancoram durante o festival.
De acordo com ele, já estão confirmados para a festa, sete barcos de linha vindos de Manaus, mais três fretados. Dois barcos chegarão de Nova Olinda do Norte, três de Parintins, dois de Barreirinha e dois de Borba. “Além de gerar emprego e renda, o Festival de Verão divulga o turismo local e as possibilidades que a cidade oferece – praias, cachoeiras, pesca esportiva e os esportes de areia”, relacionou o prefeito.
Para atender melhor os turistas, dezenas de barracas de comida, artesanato e bebidas também serão montadas na praia. Somente na estrutura da festa estão sendo gerados mais de 300 empregos diretos, fora as pessoas que irão trabalhar durante o evento e mais os empregos indiretos.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email