Lula diz que chegou à Presidência sem fraquejar e com determinação

Segundo Lula, quando ele conta seu exemplo, o faz para levantar a auto-estima das pessoas. “Para que as pessoas saibam que alguém que passou o que eles estão passando chegou a presidente da República. E só cheguei porque não fraquejei, só cheguei porque trabalhei, acreditei, lutei e cheguei. Então, o que digo para as pessoas é que não há razão nenhuma para a gente desanimar”, afirmou.
Lula ainda falou sobre a questão do saneamento básico no Brasil. “Eu vivi muitas enchentes, não foram poucas na minha vida e acho que tudo isso serviu de aprendizado para mim. Serviu de aprendizado e eu tento passar para as pessoas. E por isso eu tenho essa vontade, essa determinação de enfrentar, de uma vez por todas, a questão do saneamento básico no Brasil”. O presidente comentou também sobre o PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) para a área. “São R$ 40 bilhões divididos entre os 27 Estados, envolve, na verdade, 394 municípios e vai atender o equivalente a 15 milhões de famílias, ou seja, 60 milhões de pessoas.

O grande problema do Brasil é que o país tem uma cultura pequena de investimento em saneamento básico”. Lula destacou, no entanto, que é importante que se faça uma política combinada. “O que é importante é que tenha uma política combinada, ou seja, aonde nós formos trabalhar essa política de saneamento básico, junto tem que entrar o posto médico, junto tem que entrar escola, junto tem que se pensar na área de lazer, junto tem que entrar a política de segurança. Tudo isso é um jogo feito com vários ministérios participando para que a gente possa fazer uma melhoria substancial na vida do povo que mora em situações mais degradantes”.

PAC da Funasa

O presidente Lula da Silva afirmou ainda, que lançará no dia 19 de setembro o PAC da Funasa (Fundação Nacional de Saúde). O PAC Funasa tem R$ 4 bilhões para investimento, R$ 280 milhões serão investidos para levar esgotamento sanitário e água tratada a 90% das comunidades indígenas, depois nós vamos ter R$ 180 milhões para levar esgotamento sanitário e água potável também nos quilombos já legalizados e depois nós vamos ter mais de R$ 3 bilhões que vão atender às cidades de até 50 mil habitantes”.
Lula disse que o programa vai priorizar as cidades por índice de mortalidade infantil. “Vamos priorizar as cidades por índice de mortalidade infantil, vamos priorizar as cidades do Norte por malária e cidades do Nordeste e também da região Sul do país que tenham doença de Chagas. Tudo isso faz parte de um grande projeto do PAC”.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Siga-nos

Notícias Recentes

JC Play

Podcast

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email