Lucro cai 20% no semestre influenciado pelo câmbio

A Petrobras anunciou nesta segunda-feira que obteve lucro líquido de R$ 10,93 bilhões no primeiro semestre de 2007, uma queda de 20% sobre o mesmo período do ano passado (R$ 13,63 bilhões). No segundo trimestre, o lucro líquido foi de R$ 6,8 bilhões, com uma redução menor do que a do semestre: 2% em relação aos R$ 6,96 bilhões do mesmo período de 2006.
Se comparado ao primeiro trimestre deste ano (R$ 4,13 bilhões), o lucro líquido teve alta de 64,6% – puxada pelo aumento dos volumes vendidos no mercado interno, das maiores cotações do petróleo no mercado internacional e do benefício fiscal decorrente de provisionamento dos juros sobre capital próprio, entre outros fatores.
Para a empresa estatal, o câmbio pode ser responsabilizado pela redução de ganhos no semestre, já que o volume vendido teve alta. Segundo nota da companhia, a queda “reflete os efeitos da apreciação do real sobre os preços praticados nas exportações e sobre os itens monetários”. A Petrobras é responsável por 6,56% das exportações brasileiras e 5% das importações.
O lucro bruto das exportações no primeiro semestre deste ano foi R$ 1,5 bilhão superior ao de 2006, mas os efeitos dos preços e do câmbio na exportação causaram perdas de R$ 1,59 bilhão. No total, as perdas com variações monetárias e cambiais no semestre, segundo cálculos da empresa, foi de R$ 1,76 bilhão. O Ebitda (lucro antes dos juros, impostos, depreciação e amortização) da petroleira teve decréscimo de 9% no primeiro semestre, indo de R$ 27,73 bilhões em 2006 para R$ 25,18 bilhões este ano.
Por sua vez, a receita líquida do semestre atingiu R$ 80,69 bilhões, com elevação de 9% sobre o mesmo período de 2006 – quando somou R$ 73,83 bilhões. No segundo trimestre, a receita líquida foi de R$ 41,798 bilhões, uma alta de 10,14%.
No segundo trimestre, o resultado bruto somou R$ 17,309 bilhões, uma alta de 4,56%, enquanto as despesas operacionais subiram 9,21%, para R$ 5,774 bilhões, e o lucro operacional caiu 7,71%, para R$ 10,376 bilhões.
“A produção nacional média de petróleo no semestre alcançou 1.795 mil bpd (barris de petróleo por dia), 2% superior ao mesmo período de 2006. No trimestre a produção foi de 1.789 bpd, apresentando leve queda em relação ao trimestre anterior em função de alguns problemas operacionais já solucionados”, disse o presidente da Petrobras, José Sergio Gabrielli.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email