Lente anti-reflexo que concentra menos poeira é lançamento da Essilor na 4ª Fiam

Se antes eles eram rejeitados devido ao estigma de ‘fundo de garrafa’, hoje eles estão na moda, completando o visual do usuário. Estamos falando dos óculos que há muito tempo foram alçados de objetos indesejáveis a itens que dão o toque final no estilo de cada pessoa.
Pensando nisso, a multinacional francesa Essilor, fabricante exclusiva das lentes multifocais Varilux, lançará na 4ª Feira Internacional da Amazônia 2008, que acontece entre 10 a 13 de setembro, em Manaus, a primeiras lente anti-reflexo que repele totalmente a sujeira e impede que gordura ou água ‘grude’ na sua superfície, a Essilor Crizal A2.
O novo produto surgiu a partir de um estudo mundial realizado pela empresa para descobrir a qualidade mais importante de uma lente na opinião dos usuários de óculos. Foram 2.000 usuários e cerca de 400 profissionais da área óptica pesquisados.
A pesquisa, realizada em oito países (França, Alemanha, Itália, EUA, Brasil, Japão, Hong Kong e Índia) chegou à conclusão de que a nitidez de visão é considerada a qualidade mais importante para os usuários de óculos. Mais de 64% deles manifestaram o desejo de adquirir uma lente anti-reflexo na próxima troca. Dos pesquisados, 40% consideram como a principal desvantagem de uma lente com anti-reflexo, a necessidade de limpeza de manchas e poeira. Mais de 50% dos especialistas apontaram que os usuários que não compram lente anti-reflexo não o fazem porque elas sujam facilmente, sendo difíceis de limpar.
Segundo Thomas Bayer, presidente da Essilor Brasil e da América Latina, a partir dessas informações, o departamento de P&D da empresa buscou desenvolver uma lente anti-reflexo que não concentrasse tanta poeira.

Propriedade antiestática

De acordo com o diretor de marketing da empresa, Charles-Eric Poussin, a nova lente, além das qualidades já conhecidas como transparência, resistência a arranhões, facilidade de limpeza, agora possui, também propriedades antiestáticas.  Isto é, concentra menos poeira, algo comprovado depois de submetê-la a uma análise sensorial com outro grupo de usuários, que comprovou que ela tem sete vezes menos poeira que uma lente não antiestática. “Pela primeira vez na indústria oftálmica foi utilizada a análise sensorial”, vibra o diretor, acrescentando que ela faz parte de uma nova geração de lentes, representando um grande avanço tecnológico.
O oftalmologista Marcus Sáfady, consultor do Instituto Varilux da Visão, reforça os dados da pesquisa, confirmando que a maioria dos seus pacientes que usam óculos se incomoda com a sujeira e busca maior praticidade para limpá-lo. “Hoje, muita gente prefere usar óculos, mas se aborrece quando o assunto é limpá-lo. Uma lente que atenda essa exigência pode representar a satisfação plena dos usuários”, acredita Sáfady.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email