Intercâmbio estimula brasileiros a viajarem para o exterior

Conhecer novas culturas, aprender outros idiomas, encontrar a prática da língua estrangeira de forma rápida e eficiente. As características do intercâmbio conquistaram no decorrer do tempo estudantes do Brasil e do Amazonas

Conhecer novas culturas, aprender outros idiomas, encontrar a prática da língua estrangeira de forma rápida e eficiente. As características do intercâmbio conquistaram no decorrer do tempo estudantes do Brasil e do Amazonas. Depois de muitos anos transformando vidas, essa prática interdisciplinar chegou ao público acima dos trinta anos. Empresários, formadores de opinião, microempresários, empreendedores e profissionais liberais resolveram investir na carreira. A condicionante exigência do mercado capitalista estabeleceu esta nova realidade. Para se ter uma noção do crescimento desse setor, até 2015 cerca de duzentas mil pessoas devem ter essa experiência, principalmente, pela valorização do real e a baixa do dólar
Em manaus,há mais de três anos, existe uma empresa que atua nesse segmento. A equipe do JC conversou com a empresária Marília Mangueira Tapajós, de 31 anos, para esclarecer todas as dúvidas de quem deseja aprimorar um idioma e trocar experiências com outras culturas. Formada em Ciências Contábeis pelo CIESA e pós-graduada em gestão financeira pela FGV, adquiriu experiência de cinco anos no setor por meio do seu empreendedorismo. Mais de trezentos amazonenses já mudaram suas vidas depois que fizeram intercâmbio cultural. Saiba todas as dicas para ter êxito fora do país.

JC – Há quanto tempo a empresa atua em Manaus e quantos estudantes já viajaram para o exterior pela World Study?
Estamos funcionando em Manaus desde Outubro de 2007 e já enviamos aproximadamente 500 alunos nesses três anos.

JC – Quais as etapas para se escolher o país a ser visitado?
Primeiramente, o aluno precisa ter uma noção do que quer fazer no exterior e para onde quer ir. Alguns já chegam com as informações precisas e o nosso papel é dar uma orientação e procurar uma escola adequada ao seu perfil. Para os que não têm qualquer ideia, durante o atendimento, mostramos um pouco sobre cada país e tentamos extrair do aluno o maior número de informações possíveis para que possamos oferecer algo que se encaixe no perfil dele. Ter esse “felling” é fundamental para o sucesso do intercâmbio do aluno.

JC – Como é feito o contato de quem está no outro país, isto é, os locais pelos quais os alunos devem ficar?
Como franquia, nós oferecemos escolas credenciadas pela Central, são eles que entram em contato com as escolas e fecham as parcerias. Com essa informação centralizada, todos os escritórios WS do país possuem os mesmos programas e as mesmas informações. No atendimento é feita a triagem da escola que ofereceremos e depois do aluno matriculado, a escola enviará para a World Study todas as informações e documentos necessários para o embarque do aluno (endereço da casa de família, documentos para imigração, confirmação de transferências, etc.)

JC – Qual o melhor período para se fazer intercâmbio cultural?
Não existe melhor época. Para cada faixa etária existe um programa de intercâmbio adequado. Para alunos do ensino médio, temos programas como High School e férias inteligentes. Já ao público de faixa etária dos 20 aos 50 anos, o programa mais procurado é o de cursos, mas temos também programas de trabalho remunerado, pós- graduação, dentre outros.

JC – Quais os principais cuidados a serem tomados pelos estudantes para não terem problemas na viagem?
Eles devem questionar bastante durante o atendimento, observar a elaboração do orçamento e verificar se os valores estão de acordo com o tarifário da escola. O aluno deve guardar o orçamento, pois ele também é um documento. Após a matrícula, o aluno deve observar se o contrato de prestação de serviço está completo, informando todos os itens que foram oferecidos durante o atendimento. Esse contrato respalda o aluno caso ele tenha algum problema no exterior.

JC – Além dos estudantes universitários, existe outro público que está descobrindo esse mercado?
A faixa etária dos alunos acima de 30 anos estão descobrindo que podem fazer intercâmbio para melhorar sua colocação no mercado de trabalho e aumentar sua remuneração. Muitas empresas estão incentivando seus colaboradores.

JC – Qual é o custo médio de um programa de intercâmbio efetuado pela empresa?
Varia de destino, mas temos preços a partir de US$ 1.500,00 para 4 semanas.

JC – Quais os principais destinos oferecidos pela world study atualmente?
Temos escolas em todos os continentes, mas os destinos mais procurados são Canadá, Estados Unidos, Inglaterra e Nova Zelândia, nessa ordem.

JC – Recentemente, estudantes aqui de Manaus tiveram problema no exterior. Qual conselho que a senhora pode dar para que alunos não sejam enganados por empresas fraudulentas ou de caráter duvidoso?
Os interessados devem procurar informações de alunos que já tenham feito intercâmbio pela a empresa na qual tenham interesse. Desta maneira, evitarão surpresas quando viajarem.

World Study
Millenium Center – Business Tower, na Avenida Djalma Batista, n°1661, sala 606, Chapada.
Fone: (92) 3584-6470

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email