15 de abril de 2021

Inflação desacelera e abre fevereiro com alta de 0,30%

Os preços dos alimentos tiveram desaceleração acentuada, com avanço de apenas 0,28% contra 1,04% no encerramento do mês de janeiro

O IPC (Índice de Preços ao Consumidor) da Fipe (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas da USP) registrou alta de 0,30% na abertura do mês de fevereiro, mantendo a tendência de desaceleração observada desde o fim do ano passado, segundo dados divulgados ontem.
Os preços na categoria Educação registraram ligeiro recuo em relação ao índice fechado do mês de janeiro: o aumento apurado na primeira quadrissemana deste mês -período de 30 dias até 07/02- foi de 3,68%, depois de subir 4,39% no mês passado.
Os preços dos alimentos, por sua vez, tiveram desaceleração acentuada, com avanço de apenas 0,28%, contra 1,04% no encerramento de janeiro. O índice divulgado ontem foi o menor desde a primeira quadrissemana de novembro, quando a alta foi de 0,20%.
Na categoria Habitação, os preços ainda se mantiveram próximos da estabilidade, mas desta vez apontando para cima: houve ligeira variação positiva de 0,02% no início deste mês, contra a ligeira variação negativa de 0,01% no fechamento de janeiro.

Deflação
no vestuário

A categoria Vestuário manteve-se em deflação, embora tenha registrado ligeiro avanço em relação ao índice de janeiro: na abertura de fevereiro o índice ficou em -0,82%, contra -0,85% em janeiro.
Os índices da categoria Transporte também desaceleraram, com alta de 0,24% no início deste mês, contra 0,29% no fim do mês passado. A categoria Despesas Pessoais teve alta de 0,54%, recuo de 0,26 ponto percentual em relação ao índice fechado de janeiro, 0,80%.
A categoria Saúde, no entanto, avançou, para alta de 0,42%, contra 0,36% no encerramento de janeiro.
O IPC da Fipe mede a variação dos preços no município de São Paulo de famílias com renda até 20 salários mínimos.
O índice referente à segunda quadrissemana de fevereiro deve ser divulgado no próximo dia 19.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email