Impacto dos bens salários na produção da indústria

Os dados divulgados ontem pelo IBGE possibilitam identificar o desempenho da produção da indústria em diferentes locais do país no mês de agosto. Em linhas gerais, observa-se que as atividades industriais ligadas à produção de bens salários, tais como alimentos e bebidas, têxtil, madeira e calçados, e que vinham sendo adversamente afetadas pela valorização do real, apresentaram comportamento negativo em muitas regiões. Na comparação agosto de 2008 contra o mesmo mês de 2007, a produção no segmento de alimentos e bebidas caiu de forma significativa nos estados de Amazonas (–11,9%), Paraná (–11,0%), Espírito Santo (–10,8%), São Paulo (–10,3%) e, com menos intensidade, na Bahia (–3,2%), no Rio Grande do Sul (–2,2%) e em Pernambuco (–0,9%). Na região Nordeste, a produção de alimentos e bebidas recuou 5,4%. O segmento de madeira, por sua vez, teve sua produção reduzida em 35,4% em Santa Catarina e em 25,1% no Pará. No Rio Grande do Sul, o desempenho da indústria de calçados e artigos de couro foi negativo em 14,3%. Já a produção da indústria têxtil nordestina decresceu 4,7% em agosto frente a agosto de 2007.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email