Gigaset lança nova linha de telefones

Com inovação em personalização e ramais em aparelhos para telefonia fixa de uso em pequenas empresas e residencial, a empresa alemã Gigaset Siemens Brasil, lançou ontem, 7, em Belém (PA) a linha de telefones sem fio na região Norte.
Frente à concorrência acirrada no sudeste, a empresa identifica nas pequenas e médias empresas e no consumidor do mercado local potencial para alavancar o faturamento de R$ 300 mil para R$ 6 milhões no prazo de três anos. Para isso, são previstos investimento de R$ 1,5 milhão em marketing e treinamento profissional dos representantes regionais no período, conforme a apresentação do CEO da Gigaset no Brasil, Antônio Mesquita.
“A previsão de retorno são de 6% em faturamento em 2011, quando devemos triplicar os 2% atingidos em 2010. Para o próximo ano, 2012, a meta fica até 10%”, estima.
A empresa, com fabricação de 16 milhões de unidades anual, e que trabalha para a expansão no mercado local não descarta a possibilidade de ter futura sede de produção fora do país de origem.
Perguntados sobre uma possível vinda para o PIM (Polo Industrial de Manaus), o representante da empresa, não afasta a possibilidade. “Há alguns anos nossos acionistas declaradamente diziam que não, mas hoje, com a mudança estratégica, as chances são de 45%”, disse Mesquita e complementa, “se houver uma unidade produtiva, será no local mais atrativo, que compense as relações operacionais”.
O Brasil responde pelo terceiro maior consumo dos produtos da empresa no mundo. A liderança de mercado fica para o país de origem da marca, a Alemanha com 60% de share.
Os aparelhos da nova linha, com custo estimado a partir de R$ 159, 90, podem cumprir a função de minicentral telefônica. Na visão do gerente de marketing, Denis Minchiotti, as praticidades na obtenção de ramais pode ser a solução de baixo custo para as pequenas e médias empresas (PME) já que a expansão vai até seis ramais, cada um a R$ 129,90. As MPEs respondem por 20% do mercado e o uso residencial 80% das vendas nacionais.
“A inovação em ramais dispensa custos de instalação e manutenção do serviço. Os aparelhos são aplicados em consultório odontológico, de direito e repartições públicas”, aponta o tipo de público.
Além do uso comercial com ramais, a marca inova com aparelhos personalizáveis. Um adesivo, ao gosto do cliente, é aplicado sobre a face do telefone e a base. As estampas disponíveis no site são entregues por correio sem custo adicional, conta o gerente nacional de vendas, João Almeida.

Empresa sustentável

No caminho da sustentabilidade, a produção passa a ter embalagem com economia de papel. Os novos aparelhos ainda reduziram o consumo de energia em 60% e o chumbo foi excluído da composição.
Com as medidas a marca prevê reduções de 150 toneladas de papel em 2011, custos com logística no transporte em paletes e veículos. A emissão de CO2 pode chegar a 240 toneladas por ano, o equivalente ao consumo de 40 mil árvores por dia.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email