Gerador caseiro transforma luz solar em energia elétrica no AM

É impossível imaginar, em pleno século 21, pessoas que vivem sem energia elétrica. No interior do Amazonas, contudo, esta ainda é uma realidade para muitas comunidades ribeirinhas isoladas. Mas esse quadro pode estar próximo de chegar ao fim com a ajuda da energia solar.
Pelo menos no que depender do Eco Force, um gerador de eletricidade que capta sua potência energética a partir da energia solar. Trata-se de inovação tecnológica desenvolvida pela empresa Hitec Componentes da Amazônia Ltda., que comercializa a marca QLuz, com recursos da Fapeam (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas) e da Finep (Financiadora de Estudos e Projetos).
A empresa apresentou sua proposta ao Pappe Subvenção (Programa Amazonas de Apoio à Pesquisa, Desenvolvimento Tecnológico e Inovação em Micro e Pequenas Empresas na Modalidade Subvenção Econômica – Finep Amazonas), mantido pela Fapeam e Finep, e recebeu R$ 130 mil para desenvolver o gerador.
O equipamento já está pronto para ser fabricado e comercializado e deve ser lançado em julho deste ano. Ele tem capacidade de captar luz do sol, armazená-la e gerar energia elétrica para uso doméstico de comunidades amazônicas isoladas, onde o consumo é reduzido.
“A ideia foi construir um aparelho genuinamente amazonense, que captasse luz solar e gerasse energia elétrica para uso em ambientes pequenos, onde aparelhos de TV, ventiladores, lâmpadas de porte pequeno e geladeiras, por exemplo, fossem os itens essenciais no consumo energético”, afirmou o empresário e engenheiro elétrico Roberto Lavor, que criou e desenvolveu o Eco Force.
Segundo ele, a marca já está registrada no Inpi (Instituto Nacional da Propriedade Industrial). “Estávamos com a missão de desenvolver um produto direcionado aos ribeirinhos e conseguimos executar a tarefa. O custo inicial será de R$ 6 mil, mas o benefício é muito maior a longo prazo”, avaliou.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email