Funcafé vai financiar operações

O CDPC (Conselho Deliberativo da Política do Café) aprovou na última semana a proposta orçamentária de R$ 2,561 bilhões para o Funcafé (Fundo de Desenvolvimento da Economia Cafeeira) para 2008. Do total, R$ 300 milhões se destinam ao Pepro-Café (Prêmio Equalizador Pago ao Produtor) e R$ 750 milhões, a Opções de Venda do produto.
O CDPC também alocou R$ 1,411 bilhão para financiamentos (custeio, colheita, estocagem e pré-comercialização) e R$ 60 milhões para equalização de juros do crédito para a cultura.
“Foi uma reunião excelente. Tivemos um debate construtivo, onde todos se manifestaram com sólidos argumentos técnicos”, comentou o secretário de Produção e Agroenergia, Manoel Vicente Fernandes Bertone. “Toda pauta foi substancialmente aprovada por unanimidade, exceto em relação ao uso do Funcafé para financiar o Pepro, questionado por duas entidades. Embora concordem com a utilização do Pepro no apoio à cafeicultura, elas entendem que os recursos deveriam sair do Tesouro Nacional”, completou.
Os 12 membros do CDPC, formado por representantes do setor privado e do governo, também aprovaram a destinação de R$ 13 milhões do Funcafé para promoção do produto nos mercados interno e externo e R$ 12 milhões para pesquisa e desenvolvimento.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email