Filhos revelam presentes para os pais

Este ano, o Jornal do Commercio teve uma missão diferente: descobrir entre os pais o que eles não querem ganhar e o que os filhos vão dar no próximo dia 8

Este ano, o Jornal do Commercio teve uma missão diferente: descobrir entre os pais o que eles não querem ganhar e o que os filhos vão dar no próximo dia 8.
Para os irmãos e empresários, Mariana e Gustavo Tapajós, filhos do executivo, Ulisses Tapajós, a questão é difícil de responder em todos os anos. “Eu, às vezes, opto por dar roupa. Meu pai sempre gosta. Mas, para ser sincera ainda não escolhi o presente dele”, comenta Mariana. Já para Gustavo Tapajós, o presente escolhido será algum tipo de acessório que ajude a organizar documentos.
Quando questionado sobre o que não quer ganhar no dia dos pais, o empresário, Ulisses Tapajós, tem a resposta na ponta da língua. “Eu não quero é receber más notícias. Em termos de objetos, nem sei o que não quero ganhar. Para mim isso não é o importante. O que vale é a simbologia do dia para minha família, um momento de muita reflexão”.
Quando a mesma pergunta foi feita para o empresário Jurandir Gaioto, pai do também empresário e DJ, Pedro Gaioto, o filho ficou bem atento à resposta e não resistiu ao comentário. “É bom estar aqui na frente dele porque assim eu já fico sabendo.” risos. Mas Jurandir foi bem claro na resposta. “Além do Pedro tenho mais um filho (Marco Antonio), qualquer coisa que eles me derem vai valer. Eu só quero que os dois estejam almoçando comigo no domingo”.
Segundo Jurandir um ritual que não pode faltar na família Gaioto é o cartão assinado pelos filhos e pela mãe. “Eu tenho todos os cartões guardados. Em tudo que é lugar tem cartões deles”, orgulha-se.
Depois do depoimento do pai, foi a vez do filho, Pedro Gaioto, pensar na resposta da pergunta sobre que presente escolher. Sem revelar o objeto, Pedro apenas diz que é algo muito útil para o pai e que ele vai gostar muito. “Mas é claro que não vai faltar o cartão”, complementa Pedro.
A estudante Ana Beatriz Levy Pinheiro, revela que comprou vários assessórios esportivos para o pai, o sócio do grupo Simões, Rodrigo Pinheiro. Ana Beatriz destaca que está montando um kit e há uma peça em especial que vai agradar ao pai. “Esse ano eu comprei pra mim o livro o Segredo e gostei muito, por isso eu vou dar o meu como presente”.
Já a opinião do pai é outra. Rodrigo Pinheiro é bem curto na resposta: “Não precisa ter bens materiais, só um beijo e um abraço é suficiente. O melhor presente que ela possa me dar é o sucesso e o bom desempenho da vida dela.”
A universitária Thayra Peters, já garantiu o presente do pai, o engenheiro Peter Peters, e afirma que, apesar da escolha não convencional do objeto, o presente tem tudo a ver com Peter. “Eu comprei um saca-rolha”, em risos, “Mas calma… eu explico. Ele gosta muito de vinhos e por isso tenho a certeza que ele vai amar”, afirma Thayra.

Dia de reflexão

O administrador público e também pai, Luis Viana, afirma que é bom ganhar sim um presente no Dia dos Pais, principalmente se for algo que ele use, mas não é isso que a data representa. O mais importante no próximo domingo, segundo Luís, é que os pais façam uma avaliação de desempenho como ser humano e que os filhos possam ser honestos com os pais. “Quando minha filha me faz um desabafo, me colocando próximo dela, isso para mim é o melhor presente que ganho no dia”, emociona-se Luis.

Lojas oferecem produtos diversificados para presentear

Para os filhos que querem presentear os pais com perfume, a Top Internacional, localizada no Manauara Shopping, indica para o dia as flagrância Roadster de Cartier (frasco com 100ml R$ 191) e Lalique White (frasco com 75ml por R$ 137).
Já aqueles que apostarem em roupas, a costureira e gerente do atelier D’Ellias Ateliar, na rua duque de Caxias – Praça 14, Janeth Duarte sugere que a roupa seja feita com o tecido Tricoline de algodão, pois é o mais apropriado para a região. “Mesmo que seja uma camisa pólo ou até mesmo uma bermuda, o tecido tem que ser tricoline de algodão, pois é leve e fica super bem no homem”.
Ainda no segmento de roupas, muitos filhos também compram cuecas e pijamas para os pais. A dica da Casa das Cuecas, Amazonas Shopping, é a promoção de pijamas, diversos modelos com desconto de 50% e cuecas por R$ 22,90. A loja também indica para os pais que viajam para regiões frias o tecido X-thermo (a partir de R$ 119,9), que mantém a temperatura do corpo aquecida.
E quem procura a opção de bares e restaurantes, a Cachaçaria do Dedé, no Manaura Shopping, oferece para o dia dos pais desconto de 10% em 100 rótulos de cerveja. Na cozinha chinesa, O restaurante Shin Suzuran, av. joão valério, 762, Vieiralves, destaca os pratos bife Shorizo (corte argentino, R$ 48) e o yakisoba (porção para 2 pessoas R$ 26,90) como o atrativo que vai agradar os pais.
Outra opção para pais e filhos é o Tropical Hotel que oferece um almoço no dia 8 de agosto, incluindo carnes, peixes e massas. O almoço será no restaurante Coffee Shop Tucano, no primeiro andar do resort, a partir das 12h. Para fazer a reserva (R$ 60 por pessoa) é necessário ligar para os números (92) 2123-5030 ou (92)2123-5032.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email