FedEx amplia frota híbrido-elétrica

A FedEx Corp. anunciou a inclusão de mais 92 caminhões híbrido-elétricos em sua frota – os primeiros caminhões de entrega padrão da FedEx a serem convertidos para sistemas híbrido-elétricos.
A inclusão dos 92 caminhões aumenta a frota de veículos híbrido-elétricos da FedEx em mais de 50%, de 172 para 264. Com esta ação, a FedEx amplia sua liderança como a empresa com a maior frota de caminhões híbridos na América do Norte e continua a provar a viabilidade desses veículos no cotidiano. A frota híbrido-elétrica da FedEx superou a marca de mais de seis milhões de quilômetros de receita desde o início dos serviços em 2004, reduzindo o consumo de combustível em 150.000 galões e emissões de dióxido de carbono em 1.521 toneladas métricas, números equivalentes a retirar 279 carros das ruas todos os anos.

Operações híbridas

As conversões híbridas foram fabricadas durante os últimos seis meses em Charlotte, nos Estados Unidos, e criaram 50 novos postos de trabalho verde temporários na região. Os híbridos convertidos foram desenvolvidos com a FCCC (Freightliner Custom Chassis Corporation) e a Eaton Corporation, que forneceu os sistemas híbrido-elétricos. Os caminhões padrão da FedEx usados no programa de atualização são modelos de 2000/2001, com 482 mil a 804 mil quilômetros rodados. Um benefício adicional do programa de conversão é que não somente reduz a poluição, mas também estende a vida útil dos veículos, ajudando a eliminar a produção de resíduos e criando um sistema de redução e reutilização.
“A conversão dos caminhões da FedEx em veículos híbridos é o marco mais recente em nosso trabalho para avançar e adotar a tecnologia híbrida em nossa frota, além da indústria em geral,” disse o vice-presidente, Veículos Globais, da FedEx Express, John Formisano.
“A FedEx e nossos fornecedores demonstraram que veículos híbridos convertidos representam uma opção viável e eficiente, comparado à aquisição de híbridos novos. A partir de agora, precisamos de incentivos do governo para evitar uma situação sem saída: o volume de produção é baixo devido ao alto custo, e os custos somente vão ser menores com volumes maiores de produção”.
Os caminhões reformados devem oferecer uma economia 44% maior no consumo de combustível, reduzindo a emissão de partículas em 96% e emissões que causam a poluição (NOx) em 75%, comparado aos caminhões de entrega padrão da FedEx.
Os 92 veículos híbridos devem operar no estado de Califórnia, especialmente nas regiões metropolitanas de Los Angeles, São Diego e São Francisco, nos Estados Unidos.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email