Empresários buscam métodos de produção

Criação e comercialização da carne e outros derivados do avestruz. Esse foi o principal tema da reunião-almoço que o empresário José Tomaz Vasconcelos, presidente do Conselho Deliberativo Estadual do Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas) em Sergipe, realizou semana passada com produtores, empresários, técnicos, dirigentes de entidades, representantes de Bancos e do governo do Estado.
Segundo José Tomaz, Sergipe está dando bons sinais para a oferta da carne do avestruz e os consumidores estão aceitando bem o produto. O que precisa ser feito agora é organizar a cadeia produtiva para que, a médio e longo prazos, a atividade renda bons resultados. O Estado já possui dezenas de criadores com mais de 600 aves prontas para abate.

Organização do setor

O secretário de Estado da Agricultura, Paulo Viana, que também participou do almoço, colocou o Estado à disposição dos produtores, mas afirmou também que o primeiro passo é organizar o setor para depois profissionalizar a atividade. “Fatos que já foram demonstrados ao realizar esse encontro”, complementou o secretário.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email