Dólar fecha em alta de 0,39% a R$ 1,76

O dólar comercial foi negociado a R$ 1,768 para venda, em alta de 0,39%, hoje. Nas casas de câmbio paulistas, o dólar turismo foi cotado a R$ 1,880 (venda), estável sobre a taxa de sexta-feira.

O Banco Central adquiriu dólares a R$ 1,7658 (taxa de corte), em leilão realizado entre as 15h20 e 1530. O nível das reservas internacionais atingiu R$ 178,239 bilhões.

Corretores de mercado relatam um dia com poucas operações e que o mercado, em geral, continua com um ingresso de recursos significativo, o que ajudou a derrubar os preços da moeda americana nos últimos dias.

Profissionais afirmam o leilão do BC ajudou a puxar as cotações no encerramento das operações.

Entre as principais notícias do dia, o diário econômico britânico “Financial Times” trouxe, em sua edição de hoje, declarações do ministro da Fazenda, Guido Mantega, em que ele comenta sobre um possível efeito cambial do fundo soberano em estudo pelo governo.

Reduzir a oferta

Segundo o jornal, o ministro afirmou que o fundo “terá a função de reduzir a oferta de dólares no mercado e ajudar o real a se apreciar menos”. O mercado comentou a notícia -um analista chegou a chamar de “factóide” as declarações do ministro- mas não se “impressionou”. De acordo com relato de operadores, o ministro somente sinalizou que o governo pode agir com mais força para influenciar as taxas cambiais.

O Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior anunciou que a balança comercial brasileira apresentou saldo positivo de US$ 761 milhões na primeira semana de dezembro (dias 1 a 9).

O boletim “Focus” mostrou que a projeção para o IPCA (Índice de Preços ao Consumidor) foi elevada de 3,96% para 4,10% neste ano. Os analistas do mercado financeiro também revisaram para cima as projeções para a taxa de juros, de 10,25% para 10,50% em dezembro de 2008.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email