Dólar cai e fecha a R$ 2,00

O mercado de câmbio doméstico teve um dia bastante volátil: pela manhã, os preços da moeda americana chegaram a subir quase 1%.
Essa volatilidade não evitou que, pelo quinto dia, as cotações encerrassem o dia com perdas. A taxa cambial recuou para R$ 2,009, queda de 0,29%, em seu menor nível desde 1º de outubro de 2008. Nas casas de câmbio paulistas, o dólar turismo foi cotado por R$ 2,120, em baixa de 0,93%.
É opinião corrente entre profissionais de mercado que o fluxo de investimentos estrangeiros foi o principal fator que derrubou as cotações ao longo das últimas semanas. E lembram que, somente na Bolsa de Valores, a injeção de dólares mais que quadruplicou em maio na comparação com fevereiro -o primeiro mês deste ano em que as compras de ações superaram as vendas.
Analistas ainda acreditam que se nos próximos dias a taxa de câmbio se estabeleça abaixo de R$ 2,00.
Glauber Romano, da mesa de operações da corretora Intercam, acredita que o Banco Central não vai deixar “tão facilmente” a moeda americana rodar nesse preço. “Acho que o BC vai ‘lutar’ bastante. Se de um lado é bom para o país, já que ele está fazendo caixa quando compra esses dólares diariamente”.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email