Custo de vida no município de São Paulo acelera e sobe 0,53%

Gastos com transporte, habitação e saúde puxaram o custo de vida no município de São Paulo, segundo cálculo do Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos).
O chamado ICV (Índice de Custo de Vida) apontou inflação de 0,53% em outubro, ante 0,27% em setembro. No ano, a inflação acumulada é de 3,34%.
O aumento de 4,02% nos preços dos combustíveis foi a principal razão para alta de 1,59% nos gastos com Transportes. No caso da Habitação, grupo em que os preços subiram 0,62%, um dos fatores de pressão foram as despesas com locação, impostos e condomínio, que tiveram crescimento de 1,08%, pelos cálculos do Dieese.
Já no grupo Saúde, onde os preços subiram 0,59%, o fator de pressão foi custo da assistência médica, que ficou 0,80% mais caro no mês passado.
O Dieese apontou que os demais grupos de preços que compõem o ICV tiveram variações praticamente estáveis em outubro.
O Dieese também mostrou que o custo de vida subiu mais principalmente para as famílias com renda mais alta, dentro dos parâmetros da pesquisa.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email