19 de abril de 2021

Congresso ratifica a tendência de crescimento da alimentação fora de casa

No 2º Congresso Internacional de Food Service, que reporá à natureza todo o dióxido de carbono emitido por sua realização, confirmou-se o irreversível crescimento da alimentação fora de casa, incluindo o público feminino e a classe C

No 2º Congresso Internacional de Food Service, que reporá à natureza todo o dióxido de carbono emitido por sua realização, confirmou-se o irreversível crescimento da alimentação fora de casa, incluindo o público feminino e a classe C. Este ano, o segmento deverá ter expansão de 9%
O congresso, promovido pela Abia (Associação Brasileira das Indústrias da Alimentação), em 29 de setembro, no Teatro do Sesi, em São Paulo (SP), com a participação de mais de 400 pessoas, contou com projeto piloto voltado a instituir a prática da sustentabilidade em eventos. Será calculado o quanto a sua realização significou em termos da emissão de dióxido de carbono (CO2), principal gás causador do efeito-estufa. O volume será reposto à atmosfera, por meio do cultivo de árvores.
A inédita iniciativa se deu em parceria da Abia com a SRB (Sociedade Rural Brasileira), o IBF (Instituto Brasileiro de Florestas) e a empresa Ecossistemas. Esta fará o cálculo das emissões de carbono e de quantas árvores terão de ser plantadas para a reposição. As mudas serão doadas pelo IBF, no âmbito de seu programa Plante Árvore, destinado ao reflorestamento de APPs (Áreas de Preservação Permanente).
“No caso específico de nosso congresso, as árvores serão plantadas em agrícolas do Paraná indicadas pela SRB”, explicou o presidente da Abia, Edmundo Klotz. “Unimos neste congresso três pilares essenciais para o crescimento sustentado: produção; mercado; responsabilidade socioambiental”, acrescetou. Para ele, é imprescindível a multiplicação de ações como esta, viabilizando a economia e a recuperação do meio ambiente.
Para o cálculo do carbono emitido pelo 2º Congresso Internacional de Food Service serão considerados os gastos de energia elétrica durante o evento, transportes utilizados pelos presentes para chegar ao local, papel e todo material entregue aos congressistas, dentre outras variáveis. O volume auferido será reposto à atmosfera com o cultivo de tantas árvores quantas forem necessárias.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email