Confiança do empresário atinge nível recorde

O Índice de Confiança da Indústria atingiu nível recorde em agosto, batendo a marca dos 121,8 pontos ante 121,7 em julho, segundo a FGV (Fundação Getúlio Vargas).
Na comparação com agosto de 2006, a FGV registrou pontuação 14,2% superior. Segundo a Fundação, “o resultado revela que a indústria continua aquecida e com boas perspectivas para os últimos meses do ano”. A pesquisa revelou que, nos 12 meses, aumentou a parcela dos empresários entrevistados que consideram insuficiente o nível de estoques: em agosto de 2006, 4% responderam dessa forma, enquanto 7% tiveram essa avaliação no mês corrente. A proporção dos empresários ouvidos que consideram o nível de estoques “excessivo” caiu de 12% -em agosto de 2006- para 6% neste mês.
A parcela dos empresários que espera aumentar a produção nos próximos meses foi de 50% neste mês contra 39% em agosto de 2006. Somente 4% dos empresários entrevistados trabalha a com perspectiva de reduzir a produção contra 13% no mesmo mês de 2006. O Índice de Situação Atual ficou estável em 123,3 pontos enquanto o Índice de Expectativas subiu de 120 para 120,3 pontos, o maior nível da série histórica iniciada em 1995. Nos 12 meses, os dois indicadores acumulam variação de 16,4% e 11,9%, respectivamente.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email