Concessionárias se mostram otimistas na reabertura durante pandemia

Depois de 70 dias de fechamento por causa da pandemia de covid-19, as concessionárias de vários municípios reabriram seus salões de vendas na última quarta-feira. Durante esse período, apenas as oficinas dos estabelecimentos estiveram abertas.

O baque foi grande mas já se nota uma retomada: “Vendemos apenas 35 carros zero-quilômetro em abril, mas esse número subiu para 70 em maio. Antes do coronavírus, a média era de 300 por mês —revela Ricardo Antonio Freire, diretor comercial da Simcauto, concessionária Chevrolet que tem quatro lojas no Rio de Janeiro.

A Anfavea (Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores) prevê que as vendas dos veículos em 2020 serão 40% menores que em 2019. A maioria dos fabricantes estima que só no primeiro trimestre de 2021 os números voltarão aos níveis pré-pandemia. Os mais de dois meses de lojas fechadas, porém, criaram uma demanda reprimida.

“Ficamos surpreendidos no primeiro dia de reabertura”, conta Renato Visco, diretor operacional do grupo AB Abolição, que tem 13 concessionárias entre VW, Honda, Nissan, Mercedes, Volvo, Harley-Davidson e Man.

Sinais vitais

A maior procura no momento é por modelos mais caros, segundo Lello Pepe Filho, do grupo Azzurra, que tem oito concessionárias Fiat, Jeep e Renault:

“Esta semana tivemos a bolsa subindo e o dólar caindo. Isso é música para nossos ouvidos. O dinheiro retorna ao mercado, especialmente das marcas premium . Os sinais vitais estão voltando”.

Como todos os fabricantes anunciaram o reinício da produção para o fim de maio e o início de junho, será preciso livrar-se do estoque “engasgado” desde março para girar capital e receber carros novos. A quem não perdeu o emprego e tem algum dinheiro em caixa, esta pode ser uma boa hora para comprar. Tanto as lojas quanto as marcas estão bancando promoções.

Cherry em versão local

A Caoa Chery prepara duas novidades para o próximo ano. Uma foi revelada parcialmente, enquanto a outra permanece em segredo. A primeira já era conhecida e esperada, sendo novamente confirmada pela empresa por meio de Márcio Alfonso, CEO da marca chinesa no Brasil, em entrevista ao site Vrum.

Alfonso revelou que, entre os planos da Caoa Chery para o mercado brasileiro, está a chegada da divisão de luxo da Exeed, que já havia sido confirmada anteriormente por Carlos Alberto de Oliveira Andrade (CAOA), numa entrevista ao canal Carro Arretado. Alfonso diz que em janeiro de 2021, chega um produto da Exeed com produção nacional. Ele falou que a empresa ainda não decidiu qual modelo e versão será vendida por aqui. A submarca premium da Chery atua na China apenas com utilitários esportivos.

Segundo Alfonso, a missão é concorrer com Mercedes-Benz e BMW. Então, nesse caso, será preciso um modelo topo de linha, pelo menos. Na gama de produtos da Exeed, existem dois que se encaixam nesse proposta, sendo o TX e sua variante de sete assentos TXL, bem como o VX.

O Exeed TXL é um pouco maior, tendo sete lugares. Já o Exeed VX é bem maior, medindo 4,970 m de comprimento e 2,900 m de entre eixos. Todos são construídos sobre a plataforma T1X e possuem tração dianteira. ESte último também compartilha o motor 1.6 turbo, que tem injeção direta.

Tesla terá uma van elétrica

Enquanto as atenções permanecem na Cybertruck e na conclusão das Gigafactories no Meio-Oeste americano e na Alemanha, a Tesla trabalha em silêncio num novo veículo.

Era para ser segredo, mas Curt Hagman, supervisor do Condado de San Bernardino, acabou deixando escapar que a marca desenvolve uma minivan. Como e para onde?

O primeiro ainda continua sendo segredo, mas o segundo é para a The Boring Company, que pretende construir um túnel sob o trecho que liga o Rancho Cucamonga ao aeroporto internacional de Ontário, ambos dentro do condado e distantes 5,6 km.

Num projeto denominado Loop – não confundir com o HyperLoop, outra criação de Musk – Elon pretende construir um túnel de 4,5 km em uma profundidade de 10,6 m da superfície da Archibald Avenue, que fica logo acima.

De acordo com as informações reveladas, essa minivan da Tesla terá capacidade para 12 passageiros e mais bagagem, rodando a 204 km/h e percorrendo assim o trecho em menos de 2 minutos.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Siga-nos

Notícias Recentes

JC Play

Podcast

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email