3 de dezembro de 2021

Comportamentos que podem prejudicar sua carreira

https://www.jcam.com.br/Upload/images/Articulistas%201/Art%2001/Salomao%20Nunes%20perfil.jpg
Costumo falar que quem faz o mínimo nunca será apreciado para um cargo de gestão

Sempre observamos em reuniões e navegando nas mídias sociais, profissionais em busca de novos desafios, desejo de transicionar suas carreiras, upgrades de suas posições hierárquicas ou salariais.  

Concordo que, talvez, a empresa que você está ou o seu gestor podem até não oferecer novas oportunidades ou melhorias, mas, será se suas atitudes no seu dia-a-dia fazem você merecer ou ser visto de forma diferenciada?

Às vezes, o profissional acredita que pode estar se comportando de forma errada por encontrar-se desmotivado, mas ao se deparar atuando em um novo emprego, atitudes negativas voltam a ressurgir. Nada muda se você não mudar!

Vejamos algumas atitudes que atrapalha e não levam você a ser um profissional diferenciado, muito pelo contrário, talvez, impeçam um avançar na empresa atual e fora dela.

Reclamar demais

A pessoa reclama do mouse, computador lento, internet lenta, etc. Vejo pessoas que reclamam do almoço do trabalho que nem é tão ruim assim e, geralmente, não tem condições de comer algo melhor em casa. 

Ao reclamar, só é apontado a falha ou o problema, mas não tem proatividade ou iniciativa para consertar ou sugerir alternativas e sugestões para a solução do problema.

Nos dias de hoje, com o cenário econômico atual, precisamos ser proativos, ter iniciativa e criatividade para ter os mesmo ou melhores resultados com menos recursos.

Você faz o mínimo

Ter o pensamento em fazer somente o que está na Descrição de Cargos ou comentar que “não fui contratado para isso” ou “isso não é minha responsabilidade”, faz da pessoa um ser medíocre.

Costumo falar que quem faz o mínimo nunca será apreciado para um cargo de gestão, seja de chefe, supervisor, coordenador, quanto mais de gerente ou diretor.

Quando iniciei minha carreira, terminava com antecedência as atividades do meu setor e no final do dia ajudava um outro setor que eu almejava, por ser mais dinâmico e ter contato com o publico externo. Não foi surpresa ao abrir uma vaga naquele setor e eu ser imediatamente convidado a assumir a vaga.

Chegar as 8h, cumprir exatamente o horário do almoço e sair as 18h em ponto serão atitudes que só levarão a mera troca do trabalho pelo salário do final do mês, mas não vai gerar expectativas nenhuma de melhores oportunidades.

Ignorar os colegas de trabalho ou não trabalhar em equipe

Hoje, o que mais se fala é de trabalho em equipe e engajamento. Não dá pra passar o dia todo com um grupo e não trabalhar em equipe.

Em algumas empresas que trabalham por comissionamento, não se pode deixar de ajudar o outro por pensar que não vai ganhar nada daquela comissão.

Ajudar o próximo faz bem e você pode se tornar um referencial naquele departamento e despontar uma liderança.

Estar sempre na defensiva

Todo e qualquer feedback ou orientação vem acompanhado de desculpas e defesas quase como que apresentadas em um tribunal.

Certa ocasião, escutei de uma assessorada de recolocação que um feedback que ela recebeu em um momento da carreira dela foi um verdadeiro divisor de águas e que ela considera o feedback negativo melhor do que os positivos.

As orientações e feedbacks são grandes oportunidades de se tornar um profissional melhor, de agir melhor e performar mais. Escute mais, aproveite a oportunidade e, dessa forma, vai errar menos, além de demonstrar competências como humildade, resiliência e flexibilidade.

Influenciar negativamente o time        

Sempre digo, talvez a insatisfação de uma pessoa não é a insatisfação do outro ou de todo o grupo. Às vezes, você pode matar as expectativas de quem acabou de entrar e lutou tanto por isso.

Não adianta ficar falando para quem não vai resolver. Isso só faz alimentar a insatisfação e desmotivação dentro de você. Tenha uma boa reputação, não seja visto como uma pessoa que é só do contra, que gosta de sabotar melhorias, projetos, novos colegas ou gestor.

Reflita: será se suas atitudes justificam seus anseios e pretensões? Tome uma nova postura. Levante seus pontos fracos e pontos de melhoria e trabalhe em cima deles. Seja um profissional com bons comportamentos que influenciam no seu resultado e nos resultados do time. Assim, as promoções podem acontecer naturalmente ou, se solicitadas, atendidas em sua totalidade ou parcialmente.

Boa semana!

Fiquem com Deus!

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Anúncio

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Siga-nos

Notícias Recentes

JC Play

Podcast

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email