11 de agosto de 2022
Prancheta 2@3x (1)

Comércio registra alta de 2,8% nas vendas

As vendas do varejo nacional registraram alta de 2,8% no período que antecede o Natal em relação ao ano passado, segundo dados da Serasa. O aumento foi verificado em todo o país, no período de 18 a 24 de dezembro

As vendas do varejo nacional registraram alta de 2,8% no período que antecede o Natal em relação ao ano passado, segundo dados da Serasa. O aumento foi verificado em todo o país, no período de 18 a 24 de dezembro. Na cidade de São Paulo, o crescimento das vendas do comércio, no mesmo período, foi de 1,1%.
No fim de semana, de 19 a 21 de dezembro de 2008, a evolução nas vendas, em todo o país, foi de 2,1%, em relação ao período de 21 a 23 de dezembro de 2007. Em São Paulo, houve um ligeiro crescimento de 0,5% na atividade econômica do comércio, na mesma comparação.
Em 2007, no período de 18 a 24 de dezembro, o desempenho das vendas do comércio havia registrado aumento de 5,3%, em todo o país, quando comparado ao período de 18 a 24 de dezembro de 2006. Em São Paulo, o aumento observado foi de 5,6% no período. A Serasa informou que os dados confirmam sua pesquisa de perspectiva empresarial, que havia apontado um otimismo moderado em relação ao aumento das vendas físicas em 39% dos empresários do varejo. Segundo a pesquisa, 33% aguardavam estabilidade nas vendas físicas e 28%, acreditavam em queda. No Natal de 2007, 59% dos entrevistados acreditavam em acréscimo nas vendas físicas, 31% em manutenção e 10% em decréscimo em relação à mesma data de 2006. Para os técnicos da Serasa, os juros mais altos e o maior endividamento de parte da população levaram a uma atitude mais cautelosa do consumidor na hora das compras, principalmente em relação ao crédito e aos produtos de maior valor agregado. As instituições financeiras e o varejo foram mais conservadores na concessão de crédito.

Shopping centers

As vendas de Natal nos shopping centers no país cresceram 3,5% neste ano na comparação com o ano anterior, já descontada a inflação, segundo divulgou a Alshop (Associação Brasileira de Lojistas de Shopping) na sexta-feira. Em termos nominais, a alta foi de 9,5%, ante expectativa de 8% a 10% da entidade.
No acumulado de 2008, as vendas reais foram entre 3% e 3,5% maiores, descontada a inflação projetada entre 6% a 6,3%, e em termos nominais, 9,5% -abaixo da estimativa da associação, de 12% de expansão para 2008.
Segundo a Alshop, os 689 shoppings em atividade no Brasil foram responsáveis por vendas reais de R$ 70,7 bilhões ao longo deste ano, com alta de 6,4% em relação a 2007. Em valores nominais, o montante ficou em R$ 75,24 bilhões neste ano.
“A crise econômica não comprometeu os resultados do varejo, pois nos primeiros nove meses do ano houve crédito farto e prestações alongadas, baixas taxas de juros para o consumo, aumento da renda, ampliação do emprego formal e a valorização do Real, promovendo um crescimento nominal de 9% sobre 2007. Os estoques para o Natal foram formados ainda neste período’’, informou a entidade.
Quanto ao período do Natal, a pesquisa mostrou que a concentração de compras ocorreu nos últimos dias, entre 20 e 24 de dezembro. Por segmentos, o de óculos e acessórios teve crescimento real de 14%, o de perfumaria e cosméticos, de 9%, o de vestuário e calçados, de 4%, e o de livros, DVDs e CDs, de 5%. No setor de brinquedos, as vendas de Natal tiveram queda de 5%, descontada a inflação. “Os eletroeletrônicos, que têm a venda atrelada a financiamentos, apresentaram um crescimento nominal de 9% em relação ao Natal 2007, representando aumento real de 3%’’, informou a Alshop, que apontou TVs de LCD e plasma, informática e celulares como os itens preferidos.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Anúncio

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Siga-nos

Notícias Recentes

JC Play

Podcast

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email