Comércio gera receita de R$ 1,3 tri em 2007, diz IBGE

As empresas ligadas ao comércio geraram receita de R$ 1,3 trilhão em 2007, segundo dados divulgados pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Ao todo, 1,6 milhão de estabelecimentos comerciais foram responsáveis por empregar 8,4 milhões de pessoas naquele ano. Foram pagos R$ 73,9 bilhões entre salários, retiradas e outras remunerações.
Os dados fazem parte da PAC (Pesquisa Anual de Comércio), que revela ainda que o comércio por atacado, cujo número de empresas representou apenas 6,9% do total, respondeu por 43,8% da receita total, a maior fatia entre os segmentos do comércio.
No ano, o setor atacadista empregou 1,2 milhão de pessoas em 2007, o equivalente a 15,2% do total.
Já no atacado, a principal fatia da receita foi gerada pelas revendas de combustíveis e lubrificantes, que somaram R$ 158,9 bilhões (30,5% do total do segmento). Esse valor foi gerado por apenas 2.026 empresas, o equivalente a 1,8% do total.
O comércio varejista reuniu 84,4% do total de empresas, que foram responsáveis por geração de receita de R$ 518 bilhões, o que representou 41,1% do total.
Estavam trabalhando no varejo 75,7% do total dos ocupados no comércio em 2007.
A atividade de hiper e supermercados teve receita líquida de R$ 112,9 bilhões, o que representou 22,5% do total do comércio varejista.
Eram 11.117 empresas (0,8% do total) ligadas à atividade, que empregaram cerca de 800 mil pessoas (12,6% do total do comércio varejista).
Já o comércio de veículos automotores, peças e motocicletas contou com 138,4 mil empresas (8,7% do total), que geraram R$ 190 bilhões, o equivalente a 15,1% do total. Ao todo, 766 mil pessoas estavam empregadas neste segmento, o que significou 9,1% do total.
As vendas de veículos automotores (automóveis, caminhões e ônibus) lideraram o desempenho deste segmento. Ao todo, foram R$ 130,5 bilhões de receita líquida (72% do total), geradas por 26 mil empresas (19,1% do total).

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email