Com alimentos, inflação medida pelo IGP-10 acelera para 1,47% em setembro

De acordo com a Fundação Getulio Vargas, no ano, o índice de preços acumula uma alta de 3,85%. Nos últimos 12 meses, o avanço é de 5,63%.
O IGP-10 é calculado com base nos preços coletados entre os dias 11 do mês anterior e 10 do mês de referência.
Só os preços no atacado, de maior peso na estrutura do índice, passaram de 0,83% para 2,06%.Os Bens Finais passaram de -0,18%, em agosto, para 0,79%, em setembro graças aos alimentos in natura, que tiveram sua taxa elevada de -2,89% para 0,56%.
O índice do grupo Bens Intermediários registrou variação de 0,72%. No mês anterior, a taxa havia sido de 0,39%.
As Matérias-Primas Brutas mais que dobraram sua variação passando de 3,01%, em agosto, para 6,22%, em setembro. Apenas as matérias-primas brutas agropecuárias avançaram de 3,52% para 6,86%. Neste subgrupo, vale destacar as acelerações dos itens: soja (em grão) (1,43% para 10,13%), milho em grão (1,00% para 15,70%) e leite “in natura” (8,35% para 11,42%).
Em desaceleração ficaram bovinos (7,15% para 2,98%), aves (8,92% para 3,30%) e mandioca (aipim) (14,14% para 2,39%). O IPCA (Índice de Preços ao Consumidor) registrou variação de 0,37%, em setembro, ante 0,28%, em agosto. Dos sete grupos componentes do índice, três apresentaram acréscimos em suas taxas de variação: Habitação (-0,22% para 0,53%), Vestuário (-0,75% para 0,40%) e Transportes (-0,36% para -0,33%). Nestas classes de despesa, os destaques foram tarifa de eletricidade residencial (-3,43% para 0,49%), roupas (-1,39% para 0,02%) e gasolina (-0,95% para -0,38%), respectivamente.
Em baixa ficaram os grupos Alimentação (1,22% para 0,61%), Educação, Leitura e Recreação (0,53% para 0,25%), Saúde e Cuidados Pessoais (0,34% para 0,32%) e Despesas Diversas (0,52% para 0,12%). Nestas classes de despesa, contribuíram para as desacelerações os itens laticínios (8,43% para 3,66%), passagem aérea (12,34% para 6,80%), medicamentos em geral (-0,04% para -0,14%) e cigarros (1,39% para -0,02%).
O INCC (Índice Nacional de Custo da Construção) registrou, em setembro, alta de 0,32%, acima do resultado do mês anterior, de 0,29%. A contribuição para o aumento da taxa partiu do grupo Mão-de-Obra, que passou de 0,24%, em agosto, para 0,37%, em setembro.

IPC-S desacelera
para 0,32%
O IPC-S (Índice de Preços ao Consumidor – Semanal) registrou desaceleração no período encerrado no último dia 15 (contra alta de 0,49% na semana anterior). O principal destaque no período foi o grupo Alimentação, que recuou para 0,46%, contra 1,09% informou na segunda-feira a FGV.
O índice do grupo Alimentação foi o menor desde a quarta semana de maio de 2007, quando houve deflação de 0,01%. Os principais destaques desta classe de despesa foram Hortaliças e Legumes (2,89% para -1,87%), Laticínios (4,14% para 2,76%) e Carnes Bovinas (2,36% para 1,82%).
Em contrapartida, itens de peso na cesta de consumo das famílias registraram acréscimos em suas taxas de variação. Os principais destaques foram: Frutas (-4,31% para -2,54%), Arroz e Feijão (3,29% para 4,01%) e Óleo de Soja (2,66% para 3,14%).
Os grupos Habitação (0,54% para 0,50%), Saúde e Cuidados Pessoais (0,38% para 0,28%) e Despesas Diversas (0,15% para 0,10%) também tiveram recuo. Os destaques foram Tarifa de Telefone Residencial (1,04% para 0,57%), Medicamentos em Geral (0,00% para -0,12%) e Cervejas (0,85% para 0,31%), respectivamente. Vestuário (-0,02% para 0,46%) foi a classe de despesa que registrou o maior avanço em sua taxa de variação, 0,48 ponto percentual. Os itens Roupas (-0,27% para 0,36%) e Calçados (0,52% para 1,04%) foram os destaques. Os grupos Transportes (-0,37% para -0,32%) e Educação, Leitura e Recreação (0,25% para 0,26%) tiveram pequenos acréscimos em suas taxas.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email