China reduz tarifa sobre importações de eletrônicos

A China reduziu de 17% para 13% a tarifa sobre a importação de produtos eletrônicos, como fitas de vídeo, DVDs, CDs e disquetes, informou o jornal oficial “China Daily”.

Segundo analistas citados pelo jornal, a medida servirá para incentivar a importação destas mercadorias para tentar diminuir o superávit comercial do país e equilibrar sua balança comercial.

“A medida faz parte dos esforços do país para fomentar as importações e promover o equilíbrio dos pagamentos internacionais”, disse Chen Jijun, analista do CITIC Securities.

Até o fim de agosto, a China havia acumulado US$ 1,41 trilhão em reservas de moedas estrangeiras, crescimento que se deve, em grande parte, ao imenso superávit comercial do país.

Para Chen, a medida deve reduzir este saldo positivo, já que o país importa produtos eletrônicos de áudio e vídeo principalmente de nações em desenvolvimento, maior fonte de seu superávit comercial.

Em agosto, a China teve um superávit comercial de US$ 24,98 bilhões, um aumento de 32,8% em comparação com o mesmo mês de 2006, apesar de ter sido 48,1% menor que o registrado entre janeiro e junho deste ano. “As medidas de regulação funcionaram até certo ponto”, disse Chen.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email