Chegada da PlayArte deixa o mercado 3D de Manaus acirrado

A cada dia que passa, o mercado das grandes redes de cinema se acirra em Manaus com altos investimentos em salas para exibição em 3D (Três Dimensões), que chegam a custar cerca de 40% a mais do que as salas convencionais. Ao todo, das quatro redes de cinema na cidade, incluindo a marca PlayArte inaugurada hoje no Manauara Shopping, somente uma – a do Grupo Severiano Ribeiro – não dispõe da tecnologia.
O gerente geral do Cine­mark – a primeira a oferecer exibição em 3D na cidade -, Arnaldo Coimbra, disse não estar preocupado com a nova concorrente, pois são empreendimentos voltados a públicos e localidades diferentes. Coimbra revelou que chegou a enviar um e-mail para seu representante nacional expondo sua preocupação com a chegada da PlayArte, mas a resposta foi a de que quem deve se atentar para a concorrência são o Cinemais e Kinoplex (Severiano Ribeiro), por estarem em uma localidade próxima ao Manauara.
O executivo informou que montar uma sala 3D, que necessita de um projetor diferenciado e óculos especiais, custa em média R$ 1,4 milhão para as operadoras, sem contar os gastos com higienização dos óculos e aluguel dos filmes, mais caros que os convencionais. Para se ter uma ideia, o próximo filme da série Harry Potter pode custar US$ 5 milhões a mais no orçamento por ser produzido em 3D, conforme informações do próprio estúdio. Segundo Coimbra, os estúdios responsáveis pela distribuição dos títulos em 3D disponibilizam os óculos, que somente no Cinemark têm uma demanda de aproximadamente 5 mil unidades mensais. Quanto à limpeza dos itens, desde a inauguração da sala do Cinemark no fim de fevereiro, mais de R$ 54 mil foi gasto somente com essa higienização.
Financeiramente, as salas 3D do Cinemark já podem ser consideradas um sucesso comercial. Segundo o gerente, mais de 100 mil pessoas já passaram por elas com um faturamento de quase R$ 1,5 milhão, representando 40% da arrecadação total. De acordo com Coimbra, cerca de R$ 2,6 milhões foram gastos em um ano com os direitos para exibição de filmes. Sobre planos para novas salas do tipo, ele disse que não adianta investir na estrutura se não houver lançamentos em 3D em um número significativo.

Nova concorrência

O gerente do Cinemais do Millennium Shopping, Marco Antônio Alves, disse estar tranquilo quanto à nova concorrência na cidade representada pela PlayArte, pois a que melhor atender às expectativas dos clientes quanto à prestação de serviços deve prevalecer. Para ele, o mercado existe e há espaço para todos e cada empresa deve apresentar seu diferencial, seja no atendimento ou na qualidade de som e imagem, que, segundo Alves, o Cinemais possui.
O gerente não pôde informar valores referentes a investimentos nas salas e somente informou que o montante foi alto. Os óculos, segundo Alves, são especiais e diferentes dos já usados pelo Cinemark e custaram cerca de US$ 60 cada. Estes itens representam uma despesa substancial a todos os cinemas 3D, pois necessitam de limpeza a cada sessão – ou seja, são esterilizados três vezes ao dia.
Segundo o supervisor de operações do Cinemais Nacional, Jair Silva, a rede importa 70% dos equipamentos necessários para a nova mídia, pois no Brasil ainda não são fabricados. De acordo com o supervisor, as empresas de cinema precisam de leis de incentivo do governo federal para que estes custos possam ser reduzidos.
A equipe do Jornal do Commercio entrou em contato com a assessoria de imprensa da PlayArte, mas até o fechamento desta edição a empresa informou que os diretores do grupo estavam a caminho da cidade para a inauguração e, portanto, não poderiam atender em tempo hábil. O grupo Severiano Ribeiro, responsável pelos cinemas Kinoplex, no Amazonas Shopping, foi contatado através de sua assessoria sobre possíveis planos de implantar a tecnologia na cidade, mas também não deu retorno.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email