Cancelada assembléia de credores

Apesar de cinco empresas interessadas na compra de unidades produtivas individuais da companhia aérea Vasp, três liminares impetradas pelo Aeros, Fundo de Previdência Complementar da Vasp; Aerus, Entidade Fechada de Previdência Complementar que reúne empresas ligadas ao setor aéreo, entre elas a Varig; e Banco do Brasil impediram o avanço do processo de recuperação judicial da empresa no dia de hoje. As liminares foram concedidas pelo Desembargador do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, Paulo Manoel de Queiroz Pereira Calças.

As cinco propostas existentes foram encaminhadas ao juiz da 1ª Vara de Recuperação Judicial e Falências da Capital pelas seguintes empresas: Ocean Air Linhas Aéreas, Líder Táxi Aéreo, Vitsolo, Aeroconseil e Jet Aviation. As unidades produtivas que estão sendo pleiteadas pelas empresas são: cargas, engenharia e manutenção, assistência aeroportuária, ensino e treinamento. Entretanto, diante das liminares existentes, não foi autorizada a abertura das propostas.

Em decorrência dos fatos apresentados na Assembléia de Credores, os credores realizaram votação para deliberar sobre a suspensão (e continuidade em nova data) ou encerramento da Assembléia. Por maioria dos votos venceu a decisão de encerramento. Porém, o representante legal da Vasp, Dr. Ivo Waisberg, da Wald Advogados Associados, fez constar em ata que pedirá a discussão em juízo de alguns dos votos, que, se impugnados, podem fazer com que a Assembléia de hoje tenha continuidade em outra oportunidade.

A Viação Aérea São Paulo S/A, VASP, foi fundada em 1933 e entrou em recuperação judicial em 01/07/2005, visando reestruturar seu patrimônio e retomar as atividades. As informações completas sobre o processo de recuperação da empresa estão disponíveis no site www.vasp.com.br.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email