Campanha publicitária mostra novos destinos turísticos no exterior

Além dos tradicionais destinos promovidos no exterior, como Rio de Janeiro, Amazônia e Foz do Iguaçu, a nova campanha publicitária da Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo) apresenta alternativas de viagem para o turista estrangeiro. A ação faz parte da estratégia do Ministério do Turismo de aumentar o número de turistas que vêm ao Brasil e diversificar os destinos visitados, levando informações e novidades ao público dos países onde a campanha será veiculada.

Garopaba (SC), Salvador (BA), Natal (RN), Porto de Galinhas e Fernando de Noronha (PE), Brasília (DF), Ilha de Marajó (PA), Lençóis Maranhenses (MA), Lagoinha (CE), Bonito (MS), São Miguel dos Milagres (AL), Ponta do Seixas (PB) e São Paulo (SP) são alguns dos destinos retratados na campanha, que segue as diretrizes do Plano Aquarela –estudo de marketing turístico internacional desenvolvido, entre outros critérios, a partir de pesquisas com turistas estrangeiros.

A campanha “Vire fã” já está sendo veiculada em Portugal e entrará no ar no próximo dia 30 de setembro nos Estados Unidos. Na Argentina, começa em outubro e termina em dezembro. O valor total nos três países é de R$ 7.054 milhões.

Os anúncios serão veiculados em mídia exterior, jornais, revistas, internet, rádios, TV e em aeroportos de diversas cidades dos três países: Buenos Aires, Córdoba, Rosário, Mar del Plata e Mendonza, na Argentina; Nova York, nos Estados Unidos; Lisboa, Porto, Faro e Madeira, em Portugal. O Cristo Redentor, recém-eleito uma das Sete Novas Maravilhas do Mundo Moderno, receberá promoção especial: será exposto em um grande painel na Times Square, em Nova York e em ônibus double deckers que fazem o circuito turístico principal de Manhattan, além de outdoors e painéis luminosos em cidades da Argentina e de Portugal.

Argentina, Estados Unidos e Portugal têm alta prioridade para o Brasil, de acordo com as diretrizes estabelecidas pelo Plano Aquarela – Marketing Turístico Internacional. O estudo leva em conta, para definir as prioridades, uma série de quesitos como acessibilidade aérea, oferta turística brasileira no país, conhecimento prévio de produtos e serviços brasileiros e capacidade de crescimento de fluxo.
A Argentina é o país do mundo que mais envia turistas ao Brasil. Em 2006, 921,06 mil argentinos visitaram o país, e a meta é chegar a 1,2 milhão em 2010. Em termos de comparação com outros países sul-americanos, nesse mesmo ano, o Brasil recebeu 148,3 mil turistas chilenos e 54 mil visitantes peruanos. Já os turistas norte-americanos são, depois dos argentinos, os que mais visitam o Brasil (foram 721,63 mil em 2006), gastando em média US$ 89,70 mil por dia.

De acordo com o Estudo da Demanda Turística Internacional (2005), 34,9% dos turistas americanos visitaram o Brasil para fazer negócios ou participar de congressos e convenções; 32,5% vieram encontrar familiares e amigos e 28,1% vieram a lazer.

Portugal é o maior emissor de turistas para o Brasil da Europa e o terceiro do mundo –em 2006, 312.521 visitantes portugueses escolheram o país como destino. É também o mercado europeu de maior oferta de conexão aérea para destinos brasileiros.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email