11 de abril de 2021

Caixa dobra liberação de crédito para setor de habitação em 2009

O ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, disse na segunda-ferira, em Curitiba, que a Caixa Econômica Federal teve um desempenho recorde na liberação de créditos para financiamentos imobiliários, totalizando R$ 45 bilhões

O ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, disse na segunda-ferira, em Curitiba, que a Caixa Econômica Federal teve um desempenho recorde na liberação de créditos para financiamentos imobiliários, totalizando R$ 45 bilhões.
O montante, de acordo com o ministro Paulo Bernardo, representa 93% a mais do que o liberado em 2008. “Com certeza esse é um dos motivos que nos levou a superar a crise financeira com mais facilidade”.
Bernardo citou uma série de medidas adotadas pelo governo para facilitar o acesso da população de baixa renda aos programas de habitação. “Os juros de financiamento do imóvel sofreram redução de 10,2% ao ano para 8,6%, alongamos o prazo do financiamento para até 30 anos. Essas e muitas outras medidas foram tomadas mas faltava um programa voltado exclusivamente para quem tem uma renda menor, entre três e seis salários, o que foi corrigido pelo Minha Casa, Minha Vida”.
O ministro participou da assinatura de contratos entre a Caixa e a prefeitura de Curitiba para a construção de 3.540 casas, apartamentos e sobrados, nos bairros Tatuquara, Ganchinho, Cachoeira, CIC e Santa Cândida. A contratação, no valor de R$ 177 milhões, é resultado de convênio assinado em abril deste ano para a implantação do programa em Curitiba.
O ministro ressaltou a importância da parceria entre o governo federal e prefeituras e disse que até agora foram contratadas aproximadamente 300 mil unidades, de uma meta de 1 milhão. “Ficaram 700 mil contratos para serem feitos em 2010. Já temos o compromisso do presidente Lula que se caso este total for insuficiente, os recursos estarão garantidos além dos R$ 34 bilhões já previstos para o programa”.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email