Brasil confirma meta de redução de emissões para Copenhague

O governo federal anunciou, na última sexta-feira, 13, a meta de reduzir as emissões de gases do efeito estufa no intervalo de 36,1% a 38,9%, até 2020

O governo federal anunciou, na última sexta-feira, 13, a meta de reduzir as emissões de gases do efeito estufa no intervalo de 36,1% a 38,9%, até 2020. O anúncio foi feito pela ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, e pelo ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc, que voltaram a afirmar que o compromisso assumido pelo Brasil é voluntário.
A meta será levada na COP-15 (Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas), a ser realizada em dezembro, em Copenhague (Dinamarca). A amplitude da redução, segundo o governo, deve ficar entre 975 milhões e 1,06 bilhão de toneladas de gás carbônico.

Pontos em comum

Tudo indica, contudo, que o país não quer ficar sozinho entre as nações emergentes do continente a contribuírem para reduzir emissões. O ministro de Relações Institucionais, Alexandre Padilha, informou, no mesmo dia, que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva tem conversado com representantes dos governos de países sul-americanos, a exemplo de Venezuela, Peru, Equador e Colômbia, para discutir pontos em comum a serem levados à COP-15.
“O fundamental é que o Brasil chegará bem a Copenhague, pois registrou a menor taxa de desmatamento na Amazônia dos últimos 21 anos, graças ao empenho que está sendo dedicado a essa área”, disse Alexandre Padilha, ao participar do programa “Bom Dia, Ministro”, no estúdio da EBC (Empresa Brasil de Comunicação).
Durante a entrevista, o ministro falou ainda sobre a proposta de criação de um fundo brasileiro destinado a custear os investimentos necessários para que o país possa enfrentar os efeitos das mudanças climáticas aguardadas para as próximas décadas.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email