Bovespa fecha em alta de 1,59% e bate recorde no pregão de ontem

A Bovespa (Bolsa de Valores de São Paulo) fechou em nível recorde no pregão, finalmente anulando as perdas acumuladas desde o início da crise provocada pelo mercado de crédito imobiliário americano.

Em setembro, a bolsa acumula ganhos de 7,47%, e de 32% no acumulado deste ano. Analistas destacam o retorno dos estrangeiros ao mercado bra-sileiro, o que costuma sustentar a recuperação das ações.
Neste mês, até o pregão do dia 19, os investidores não-residentes deixaram R$ 1,8 bilhão (diferença entre compras e vendas) na bolsa.
Profissionais de mercado têm expectativa de que os mercados tenham uma reviravolta amanhã, com a divulgação de novos indicadores econômicos dos Estados Unidos.

“O mercado não está com boas perspectivas para os números do setor imobiliário de amanhã e quinta-feira”, afirma Ideaki Iha, analista de câmbio da corretora Fair.
O Ibovespa, indicador que acompanha os preços das ações mais negociadas, encerrou o dia com ganho de 1,59%, aos 58.719 pontos. O volume financeiro foi de R$ 4,80 bilhões. Nos Estados Unidos, a Bolsa de Nova York sofreu perdas de 0,44%, aos 13.759 pontos (Dow Jones).
A bolsa brasileira teve um dia “atípico”, descolada do desempenho das Bolsas americanas, que são a principal referência externa dos mercados brasileiros.
Analistas notaram que o Ibovespa, principal “termômetro” dos negócios no Brasil, foi puxado por algumas poucas ações, mas de muita influência na composição do indicador.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email