BC alerta para vulnerabilidade do setor financeiro

O setor financeiro do Reino Unido continua “vulnerável” às consequências da crise creditícia mundial, alertou o Banco da Inglaterra (banco central do Reino Unido), num relatório publicado na quinta-feira.

Segundo o banco, o setor da propriedade comercial, que ultimamente tem assistido a uma queda nos preços, é particularmente vulnerável a futuras crises. A falta de créditos se mostrou totalmente desastrosa para o banco Northern Rock, que precisou de uma operação de resgate diante do pânico generalizado de seus clientes; e o impacto da crise talvez ainda não tenha terminado.

O Banco da Inglaterra prevê mais inadimplência nas hipotecas de alto risco (“suprime”) nos Estados Unidos, e uma queda na qualificação das letras de câmbio emitidas por empresas apoiadas em ativos. Os juros para o crédito subirão nesse cenário.

No último relatório semes-tral, o banco estima, além dis-so, que as ações nas Bolsas de Valores também são vulneráveis a uma possível desaceleração econômica. O dólar pode sofrer uma forte queda se não os investidores não mudarem sua atitude em relação aos bônus americanos. Devido a todos esses fatores, o banco prevê que há uma alta probabilidade de aumento nos juros para o crédito.

Se os temores se confirmarem, o impacto na economia britânica pode ser muito mais grave do que se pensava há seis meses. O relatório explica também que os bancos britânicos tiveram que financiar o equivalente a 147 bilhões de libras (US$ 301.08 bilhões) em bônus apoiados em hipotecas e outros instrumentos de dívida que, em outras circunstâncias, teriam sido vendidos a outros investidores.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email