Banda larga deve movimentar R$ 2,3 bilhões

Até o final do ano, os negócios com banda larga devem movimentar R$ 2,3 bilhões no Brasil, um aumento de 35% se comparado a 2007, que registrou R$ 1,7 bilhão.
O estudo está sendo divulgado pelo TechLab (laboratório de pesquisas e análise de tecnologias) da E-Consulting, boutique de conhecimento líder em criação, desenvolvi­mento e implementação de serviços profissionais em tecnologia da informação, telecomunicação, mídia, internet e contact center para grandes corporações.
A estimativa leva em consideração as operadoras, que representam 77% desse total, e os ISPs (Internet Service Providers). A taxa de penetração a essa tecnologia deve alcançar cerca de 6,3% da população, tendo como base os 180 milhões de brasileiros. Em 2007 essa taxa foi de 4,2%.

Aumento
na conexão

A expectativa é de que até o fim de 2008, aproximadamente 44 milhões de pessoas estejam com possibilidades de se conectarem à internet (independentemente do ambiente, device ou mídia). Destas, espera-se que 26,1% te­nham acesso à banda larga, ou seja, um total de 11,5 milhões de usuários. Em 2007, perto de 38 mi­lhões de internautas navegaram pela web, sendo que 8,8 milhões de pessoas tiveram acesso à banda larga, uma penetração perto de 23,1%.
“O percentual estimado para este ano já supera os índices do México e é similar ao registrado na Argentina e no Chile. A Coréia do Sul ainda segue como a líder ­mundial na utilização relativa de banda larga, com mais de 32% de penetração”, analisou o sócio-fundador da E-Consulting, Daniel Domeneghetti.
No próximo ano, o Brasil deve totalizar 17 milhões de usuários conectados em banda larga, levando o mercado a alcan­çar o patamar de R$ 3,1 bilhões em negócios entre utilizações residencial e corporativa.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Anúncio

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Siga-nos

Notícias Recentes

JC Play

Podcast

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email