Até 2010 doença pode ser eliminada

A FVS (Fundação de Vigilância em Saúde) apresentou nesta segunda-feira, dia13, às 14 horas, no auditório da Fundação de Medicina Tropical, um plano plurianual para combater a malária nos 38 municípios do Estado, onde estão concentrados 94% dos casos da doença. Inicialmente marcada para às 8h30, a reunião foi transferida para a parte da tarde por conta de atraso no vôo da equipe do Ministério da Saúde.
O objetivo é reduzir o número de ocorrências em pelo menos 30% em 2008, 40% em 2009 e mais 30% em 2010. O documento foi elaborado em parceria com a Fundação de Medicina Tropical e com o Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, e será submetido à avaliação da Secretaria de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde e de outros órgãos federais, municipais e estaduais de saúde, meio ambiente e infra-estrutura que, a partir de agora, serão envolvidos nas ações de controle da doença.
As ações propostas devem contemplar as áreas urbanas, rurais e indígenas. De acordo com a FVS, atualmente cerca de 300 mil famílias residem em áreas de potencial malarígeno em todo o Estado.
Entre as ações de controle previstas estão saneamento básico nas áreas urbanas de 17 municípios, melhoria das condições de moradia dos ribeirinhos, implantação de um sistema alternativo de coleta de água, criação de unidades descentralizadas de diagnóstico e tratamento nas comunidades rurais, e inclusão do microscopista nas equipes do Programa Saúde da Família.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Siga-nos

Notícias Recentes

JC Play

Podcast

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email