Arrecadação bate novo recorde em abril

A arrecadação de tributos federais totalizou R$ 70,906 bilhões em abril, segundo a Receita Federal. O resultado representa um crescimento real - acima do IPCA - de 16,75% em relação a abril de 2009 e de 18,66% em comparação com março

A arrecadação de tributos federais totalizou R$ 70,906 bilhões em abril, segundo a Receita Federal. O resultado representa um crescimento real – acima do IPCA – de 16,75% em relação a abril de 2009 e de 18,66% em comparação com março. No acumulado de janeiro a abril, a arrecadação somou o valor recorde de R$ 256,889 bilhões, uma alta real de 12,52% na comparação com o primeiro quadrimestre do ano passado.
Segundo a série histórica da Receita, a arrecadação de abril é recorde para o mês. O crescimento em relação ao mesmo mês do ano anterior também é o maior dos últimos meses. Em janeiro, a alta foi de 13,64%, em fevereiro, de 13,23% e em março, de 6,08%. A arrecadação superou a mediana das estimativas calculada pelo AE Projeções, que era de R$ 67,000 bilhões, com base nas estimativas de 13 instituições financeiras, cujas projeções variaram de R$ 63,300 bilhões a R$ 71,000 bilhões.
A Receita Federal atribuiu o bom desempenho da arrecadação à recuperação dos principais indicadores macroeconômicos. Entre eles, a Receita citou a produção industrial, a venda de bens e a massa salarial, que impactaram positivamente a arrecadação do IPI, PIS e Cofins e da contribuição previdenciária, tributos considerados “termômetros” do ritmo da atividade econômica.
A arrecadação da Cofins apresentou um crescimento real de 15,35% em relação a abril do ano passado. O PIS cresceu 13,04%. O IPI automóveis registrou crescimento de 93,23%; IPI bebidas, 22,19% e IPI outros, que inclui os demais produtos, teve uma expansão de 17,51%. A arrecadação do IRPJ (Imposto de Renda da Pessoa Jurídica) teve uma expansão no mesmo período de 13,97% e a Contribuição Social sobre o Lucro Líquido 9,88%.
Nos primeiros quatro meses do ano, a arrecadação da Cofins e do PIS puxou o crescimento do resultado da Receita Federal de janeiro a abril. De acordo com dados da receita divulgados hoje, do total de R$ 28,848 bilhões de aumento da arrecadação no ano, R$ 8,985 bilhões se devem a Cofins e ao PIS. A receita previdenciária vem em segundo lugar, com um crescimento de R$ 5,932 bilhões em relação ao mesmo período do ano passado. Esses números já levam em consideração a correção da arrecadação pela inflação medida pelo IPCA.
O secretário da Receita Federal, Otacílio Cartaxo, informou que a arrecadação de tributos federais no primeiro quadrimestre foi recorde para o período. Segundo ele, o resultado espelha o bom momento da economia brasileira. Ele previu que o volume de arrecadação no primeiro semestre está assegurado e deve registrar crescimento real entre 10% e 11% ao mês. “Coloquei um piso mínimo de 10% ao mês, mas este porcentual pode variar ao longo dos meses”, explicou.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email