Apesar da queda dos alimentos, inflação em agosto sobe 0,38%

O IPC (Índice de Preços ao Consumidor) da Fipe (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas) encerrou o mês de agosto com uma alta de 0,38%, menor índice geral para um mês desde março deste ano, quando houve alta de 0,31%. Os dados foram divulgados na quarta-feira.
O índice divulgado também mostrou a mesma variação registrada na abertura do mês passado. Os preços dos alimentos tiveram uma deflação de 0,49%, menor índice desde a primeira semana de julho de 2006, quando houve uma deflação de 1,11%.
Já os preços na categoria Habitação mantiveram a aceleração e encerraram agosto com alta de 1,03%, contra 0,67% na semana passada. No fim de julho a categoria havia registrado deflação de 0,09%. O índice divulgado hoje foi o maior desde a segunda semana de setembro de 2004, quando houve alta de 1,27%. Na comparação com os índices finais para cada mês nessa categoria, foi o maior resultado desde agosto de 2004, quando teve alta de 1,78%.
Na categoria Despesas Pessoais os preços subiram e encerraram agosto com alta de 0,75%, contra 0,70% na semana passada. Os preços da categoria Vestuário tiveram queda acentuada, com queda de 0,38%, contra 0,13% na divulgação anterior. O índice divulgado hoje foi o menor desde a segunda semana de fevereiro deste ano, quando houve deflação de 0,59%.
Os preços na categoria Educação tiveram alta de 0,12%, contra 0,09% uma semana antes.
Já na categoria Transportes, os preços ligeira variação para baixo, registrando alta de 0,29%, contra 0,30% uma semana antes. Nos preços na categoria Saúde houve nova variação para baixo, passando de alta de 0,49% para uma de 0,44%.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email