15 de agosto de 2022
Prancheta 2@3x (1)

Entre os dias 30 de junho, quinta-feira, e 2 de julho, sábado, Manaus vai receber um evento de magnitude ímpar, a primeira edição da ExpoAmazônia Bio&TIC.

“Será um grande evento que visa, dentre outros objetivos, movimentar os polos de bioeconomia e de tecnologia de informação e comunicação da região, fomentando a geração de negócios e empregos e promovendo oportunidades para a Amazônia. É um dos raros, se não único, evento do país que tem estes dois temas integrados, com acesso gratuito aos visitantes”, falou Carlos Koury, diretor de Inovação em Bioeconomia do Idesam (Instituto de Conservação e Desenvolvimento Sustentável da Amazônia), uma das instituições organizadoras do evento.

A ExpoAmazônia vai ser realizada no Centro de Convenções Vasco Vasques e quem fará a abertura será o vice-presidente da república, Hamilton Mourão; bem como Paulo Alvim, ministro da Ciência, Tecnologia e Inovações; o governador Wilson Lima e o prefeito David Almeida. Ainda na lista dos VIPs, Gustavo Montezano, presidente do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social), Remy Rioux, CEO da Agência Francesa de Desenvolvimento, Andrea Bolzon representando o PNUD/ONU (Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento), Algacir Polsin, superintendente da Suframa, além de presidentes de bancos de investimentos internacionais e do programa Norte Conectado.

“Serão mais de 50 palestrantes contemplando amplo perfil de personalidades públicas, integrantes dos governos federal, estadual e municipal, intelectuais e empreendedores nacionais e internacionais, representantes indígenas e comunitários”, disse. 

Trilhas de Conhecimento

O evento será direcionado pelas Trilhas de Conhecimento, conjunto de palestras e debates que amplificam o conhecimento adquirido graças a diferentes formas de exposição de conceitos e pontos de vista.

“Serão oito Trilhas de Conhecimento em Bio e TIC que vão desde a discussão sobre a inclusão socioprodutiva e biotecnologia de alto valor agregado como também indústria 4.0, tecnologias disruptivas e ESG, e Zona Franca Digital, dentre outros assuntos. Todas contando com diversas palestras e mesas de debate”, informou.

Além das palestras, o evento conta com área de exposição com estandes destinados a instituições que vão desde órgãos públicos até institutos de tecnologia da informação e comunicação, bioeconomia, universidades, startups, incubadoras e aceleradoras e fundos de investimentos. Também haverá espaço para rodada de negócios em Bio e TIC e o Mercado Amazônia, onde o público poderá conhecer e adquirir mais de 40 marcas e produtos frutos da inovação biotecnológica, inclusão socioprodutiva e com uso consciente da biodiversidade amazônica.

“Eventos como este são espaços de integração de atores, compartilhamento de conhecimento, realização de negócios, exposição pra sociedade, lançamentos de produtos e formação de tendência. A ExpoAmazônia ainda leva um tempero especial, pois permite que os atores da Bio e da TIC se conheçam e interajam, unindo as potencialidades da região, nossa biodiversidade, o polo industrial e o polo digital de Manaus. Espera-se que sejam realizados um total de negócios da ordem de R$ 20 milhões”, avisou.

Os participantes

A ExpoAmazônia Bio&TIC 2022 é uma realização da APDM (Associação do Polo Digital de Manaus), do CBA (Centro de Biotecnologia da Amazônia); da Sedecti (Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação do Amazonas), e do Idesam. Entre as instituições que já confirmaram presença, Senai-Cimatec, da Bahia; Biotec-Amazônia, do Pará; Food Tech Hub Latam, Instituto de Pesquisas Tecnológicas, Abiquifi (Associação Brasileira da Indústria de Insumos Farmacêuticos), e Eva Scientific, de São Paulo; Plantish, Proteimax, The Good Food Institute, e Amazon Tech Hub, de Israel; Universidade Federal de Lavras, de Minas Gerais; Embrapii (Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial), de Brasília. De Manaus: Concertação pela Amazônia, CBA, Idesam, Sedect, Inpa (Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia), UEA (Universidade do Estado do Amazonas), Ufam (Universidade Federal do Amazonas), Fieam (Federação das Indústrias do Estado do Amazonas), Funai (Fundação Nacional do Índio), Magnum Indústria, Fabriq, e Cide.

Entre os expositores: Fundação Matias Machline, Instituto de Pesquisas Tecnológicas, Seduc (Secretaria de Educação do Amazonas), ADS (Agência de Desenvolvimento Sustentável), Sepror (Secretaria de Produção Rural) e Ifam (Instituto Federal do Amazonas), entre vários outros.

A estimativa é de que cerca de 20 mil pessoas visitem a ExpoAmazônia ao longo de toda a programação e possam verificar as tendências acerca dos segmentos de bioeconomia e de economia digital da região, que podem complementar as atividades hoje apoiadas no PIM (Polo Industrial de Manaus).

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Anúncio

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Siga-nos

Notícias Recentes

JC Play

Podcast

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email