Alta das exportações em janeiro reflete aumento de preços

A análise detalhada da Funcex (Fundação Centro de Estudos de Comércio Exterior) dos resultados de janeiro da balança comercial brasileira destaca que o crescimento do valor exportado em janeiro deveu-se essencialmente ao aumento nos preços, que apresentaram “variação significativa” de 20,7% em relação ao mesmo mês do ano passado, uma vez que houve um crescimento de apenas 0,2% no volume (quantum) exportado. A avaliação faz parte do boletim de fevereiro da instituição, divulgado na sexta-feira.
Segundo observam os especialistas da Funcex no boletim, o crescimento dos preços bem acima do volume vem ocorrendo desde junho do ano passado. Nas variações acumuladas no período de 12 meses até janeiro, ainda segundo o boletim, “também é possível observar que os preços se mantêm em ligeira aceleração, apresentando alta de 11,3% até janeiro, contra o crescimento acumulado de apenas 5% do volume”.

Produtos básicos tiveram alta nos preços

No que diz respeito aos tipos de produtos exportados, especificamente em janeiro, o boletim mostra que o melhor desempenho em termos de preços de exportação foi registrado pelos produtos básicos (alta de 34% em janeiro, na comparação com o mesmo mês de 2007), seguidos pelos semimanufaturados (16,7%) e pelos manufaturados (13,5%).
No período acumulado de 12 meses até janeiro, de acordo com o boletim, os produtos básicos também se destacam, registrando alta de 16,8% nos preços, ante variações de 10,7% e 8,6% apresentadas pelos semimanufaturados e pelos manufaturados, respectivamente.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Siga-nos

Notícias Recentes

JC Play

Podcast

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email