8 de maio de 2021

Nos últimos anos o senador Omar Aziz (PSD) conviveu com problemas de toda espécie. O pior deles foi a Operação Maus Caminhos, que prendeu parentes dele e o envolveu nos desvios de recursos da Saúde. Resiliente, o político mergulhou nos bastidores, conseguiu algumas pequenas vitórias judiciais e políticas, mas nada comparável à chance que recebeu ontem, quando foi eleito presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito que vai investigar possíveis omissões e crimes cometidos durante a pandemia da Covid-19. É uma tarefa e tanto, que dá ao parlamentar a grande chance de dar a volta por cima e encaminhar a sua reeleição, principal meta estabelecida por ele para 2022. Considerado um habilidoso negociador, Aziz tem interlocução com o governo Jair Bolsonaro, bem como com a oposição. Para muitos senadores é o homem certo para comandar as investigações. Se for bem sucedido, reforça a musculatura política. Mas se sucumbir às pressões do bolsonarismo, que já começaram, pode sair pior do que entrou. É uma aposta arriscada.

COADJUVANTE

O senador Eduardo Braga (MDB), que também faz parte da CPI, atuará como coadjuvante desta vez. Ele abriu mão da relatoria para não diminuir o colegiado. Na avaliação do parlamentar, se ele e Omar ficassem com os dois principais cargos, as investigações se resumiriam a uma questão paroquial do Amazonas. Nos bastidores, a coluna apurou que pesou na decisão dele a opinião da família, que teme pressões violentas.

CONSELHÃO

cas
Foto: Divulgação

Nesta quarta-feira (28), a partir das 10h (horário de Brasília), em ambiente virtual, ocorrerá a 297ª Reunião Ordinária do Conselho de Administração da Suframa. O evento pode ser acompanhado pelo canal da Suframa no YouTube e vai analisar uma pauta de R$ 1,2 bilhão em novos investimentos no Polo Industrial de Manaus.

ÓBITOS

O Centro de Emissão de Declaração de Óbito por Causa Natural em Domicílio, da Prefeitura de Manaus, atingiu a marca de 700 atendimentos somente este ano. O número representa 38% a mais do total realizado no ano passado, quando o Cedo emitiu 431 declarações de óbitos. Implantado no dia 18 de maio de 2020, o serviço atende exclusivamente a emissão de Declaração de Óbito em casos de morte em domicílio por causa natural, quando o óbito ocorre por uma doença, geralmente relacionada com idade mais avançada.

FORÇA

A Secretaria de Estado de Saúde planeja a implementação da Força Estadual de Saúde do Amazonas. Técnicos trabalham na elaboração da minuta do decreto estadual que irá instituir o programa de cooperação voltado à execução de medidas de assistência e repressão de situações epidemiológicas, de desastres (natural ou humano), eventos de massa ou desassistência.

DIFERENTE

Uma comunidade em perigo com a chegada de um inimigo invisível que coloca em risco a vida de toda a aldeia. Para salvar seu povo, jovens guerreiros e guerreiras recorrem aos ensinamentos do sábio ancião da aldeia, recolhido em uma montanha. Esse é o enredo da produção audiovisual “Grandes Guerreiros e Guerreiras”, animação produzida pela Rede de Jovens Comunicadores da Coordenação das Organizações Indígenas da Amazônia Brasileira, em parceria com o Fundo das Nações Unidas para a Infância e o Instituto Leônidas e Maria.

DEFICIENTES

Com recurso de R$ 6 milhões, o Governo do Amazonas lançou, na última segunda-feira (26), edital do Programa de Atenção à Pessoa com Deficiência – Ações Descentralizadas Socioassistenciais, com objetivo de prestar suporte a Organizações da Sociedade Civil que trabalham com esse público.

BOAS INICIATIVAS

O deputado Adjuto Afonso (PDT) defendeu duas iniciativas do Executivo que contribuem para melhorar setores estratégicos. Trata-se da Instituição dos Planos de Recuperação de Créditos Habitacionais e de Regularização de Titularidade de Imóveis da Superintendência Estadual de Habitação e da concessão de anistia de dívidas de operações de crédito realizadas pela Agência de Fomento do Estado do Amazonas em programas de incentivo ao setor primário.

ON LINE

Com a participação de dirigentes da Suframa, Sudam, Embrapa/RO e Associação do Polo Digital de Manaus, está no ar o fórum on-line “Amacro Trilhas de PD&I”. O evento, cuja programação tem uma série de palestras, mesas redondas e workshops previstos até sexta-feira (30), tem o objetivo de discutir a conciliação de potencialidades das atividades de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação da região com as principais cadeias produtivas identificadas no projeto da Zona de Desenvolvimento Sustentável dos Estados do Amazonas, Acre e Rondônia.

FRASES

“Até quando a Assembleia será omissa?”Wilker Barreto (Podemos), deputado estadual

eduardo

“Não tinha como dois senadores do Amazonas comandarem a CPI”. Eduardo Braga (MDB), senador, explicando por que abriu mão de ser relator da CPI da Pandemia.

Foto/Destaque: Divulgação

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email